Americano encontra ursa e três filhotes hibernando embaixo da sua casa

O inverno é a estação mais fria do ano. Mas, aqui no Brasil, a gente nem sabe direito o que é frio, né? E, se você reclamar da temperatura na sua cidade, sempre aparece um curitibano para dizer que lá está mais gelado… Mas nem em Curitiba temos um inverno como no hemisfério norte, com temperaturas negativas e muita neve. 

O que isso tem a ver com os ursos do título? Calma que já chegamos lá: um americano do Tennessee precisava urgentemente consertar seus canos de aquecimento — já que não tem como viver sem eles no inverno de lá. Quando o pessoal da manutenção espiou debaixo da casa, onde fica a tubulação, encontrou um grande urso negro. 

Eles chamaram o controle de animais local. Os especialistas deduziram que deveria ser um macho, pelo tamanho do bicho e pela ausência de barulho, já que filhotes de urso emitem sons relativamente altos. Então, era só convencer o bicho a sair de lá, para que a tubulação pudesse ser consertada e todos ficassem seguros — o urso, inclusive, uma vez que ele poderia morrer asfixiado com o vazamento de gás. 

O urso negro americano macho é maior que as fêmeas (Fonte: US Fire & Wildlife Service)
O urso negro americano macho é maior que as fêmeas (Fonte: US Fire & Wildlife Service)

Uma fêmea bem reforçada

Os ursos negros machos costumam ser maiores que as fêmeas da espécie. Porém, o grande urso que estava debaixo dessa casa era, na verdade, uma fêmea enorme. Não apenas se tratava de uma fêmea, como também de uma mamãe: no espaço que ela deixou, o controle de animais encontrou três filhotinhos

Só que já era tarde demais: a mamãe ursa já tinha ido embora. Para que os filhotes não morressem de frio e fome, uma ONG local, a Appalachian Bear Rescue, foi chamada. Lá, descobriu-se que eram três fêmeas, batizadas de Jeannie, Jasmine e Magic. 

As filhotes são bem novinhas, com seus olhos ainda fechadinhos e pesando cerca de 900 gramas cada — uma ursa negra adulta pode pesar mais de 100 quilos. Na ONG, as três ursinhas precisavam ser alimentadas com mamadeiras, de três em três horas. 

As três ursinhas recém-nascidas: Jeannie, Jasmine e Magic (Fonte: Appalachian Bear Rescue)
As três ursinhas recém-nascidas: Jeannie, Jasmine e Magic (Fonte: Appalachian Bear Rescue)
As três irmãzinhas juntas (Fonte: Appalachian Bear Rescue)
As três irmãzinhas juntas (Fonte: Appalachian Bear Rescue)

Cadê a mamãe?

A mamãe ursa deixou seus filhos para trás, quando o controle de animais a expulsou da casa sem saber que se tratava de uma fêmea. Como as três ursinhas iriam ficar sem sua mamãe? Bom… Essa história tem um final feliz!

Como esperado, a mamãe ursa retornou à mesma casa para resgatar seus filhotes. A ONG perguntou aos donos da casa se eles deixariam a ursa ficar lá até o inverno acabar — uma vez que o vazamento de gás foi consertado, seria seguro para todos. Com a concordância dos donos, a ONG levou as três ursinhas de voltas para a mamãe. Dentro de pouco tempo, foi possível ouvir as filhotes brincando, felizes.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.