6 fraudes de seguro tão absurdas que vão fazer você rir

Os seguros existem para aliviar nosso prejuízo quando algo dá errado: se alguém rouba seu carro ou sua casa pega fogo, a seguradora paga a quantia prevista na apólice para você cobrir o valor dos bens perdidos. Com o objetivo de evitar fraudes, as seguradoras costumam pedir documentos que comprovem o sinistro ou fazer perícias. 

Mesmo assim, alguns "espertinhos" continuam inventando golpes para pegar a grana do seguro, ainda que nada de grave tenha acontecido. Os casos a seguir são tão absurdos que nos fazem dar risada — mesmo que de constrangimento. Confira.

1. Tá pegando fogo, bicho!

Fonte: PexelsFonte: Pexels

Vamos supor que você seja um riquíssimo lorde inglês, com uma bela coleção de carros de luxo, até que você se afunda em dívidas. O que você faz:

  • a) Vende as Ferraris e usa a grana para paga as dívidas;
  • b) Desmonta e queima os carros para dar um golpe no seguro;

O barão inglês Lord Brocket preferiu a segunda opção. Nos anos 90, ele deu fim em suas três Ferraris, dos modelos 340 America, 195 Inter e 250 Europa, além de um belo Maserati Birdcage. Ele mandou desmontar os carros, queimou a maior parte das peças e guardou algumas delas. Pelo sumiço dos automóveis, ele pediu 4,3 milhões de libras.

A seguradora desconfiou do nobre falido e não deu o dinheiro. Brocket chegou a levar o caso para justiça, mas a casa caiu quando sua ex-esposa também teve problemas com a lei e entregou o cara para se safar. O lorde cumpriu alguns anos de pena e, nos anos 2000, fez fama e ganhou muito dinheiro como participante de reality shows. Será que ele conseguiu comprar as Ferraris de volta?

2. As férias dos mortos-vivos

Fonte: PexelsFonte: Pexels

Em 2002, a inglesa Anne Darwin recebeu 250 mil libras do seguro de vida de seu amado esposo, John. Infelizmente, ele havia desaparecido durante um passeio de caiaque e dado como morto. Pelo menos, com o dinheiro, Anne pode pagar a hipoteca da casa da família, de 130 mil libras.

Porém as coisas mudaram quando o casal foi flagrado curtindo férias no Panamá, em 2007. Não apenas John estava vivo durante esses cinco anos, como Anne era cúmplice no esquema de fraude. Ele continuou vivendo sob o mesmo teto, fingindo estar morto, até que o casal pudesse fugir do país sob uma identidade falsa. O casal golpista pegou seis anos de prisão. 

3. O meme da vida real

Fonte: Dicionário PopularFonte: Dicionário Popular

Tal qual o meme do Homem-Aranha apontando para si mesmo, o policial Jeffrey Stenroos atirou no próprio peito, usando um colete à prova de balas. A ideia era fingir que foi atacado para pegar a grana do seguro. 

O golpista disse que seu atirador era um homem com um rabo-de-cavalo, que vestia uma jaqueta bomber. A polícia isolou toda a área por dez horas e mobilizou mais de 500 policiais para caçar o criminoso que não existia. Contudo, quando a busca se mostrou totalmente inútil, a polícia começou a suspeitar. Além disso, o relato de Stenroos tinha mais furos que uma peneira. 

Algum tempo depois, o agora ex-policial foi acusado por fraude de seguro e por plantar falsas evidências. Além disso, ele teve que restituir mais de 300 mil dólares do dinheiro que a Prefeitura gastou na operação policial que ele causou com sua mentira. A família do "espertinho" tratou de juntar essa bolada para salvá-lo. 

4. A mão amputada que continua inteira

Fonte: PexelsFonte: Pexels

Michael LeDuc teve uma ideia genial para ganhar a grana do seu seguro de saúde: perder uma mão. Mas como amputar um membro saudável não parece uma boa ideia, ele decidiu apenas fingir que tinha perdido a mão. Então, ele forjou registros médicos para alegar que ele tinha sofrido um acidente com um machado e pediu o pagamento de 251 mil dólares. O problema é que a mão continuava exatamente onde ela deveria estar e não foi difícil descobrir que LeDuc estava tentando dar um golpe.

5. Uma senhora golpista!

Fonte: PexelsFonte: Pexels

Quedas são um risco enorme para idosos. Por isso, quando Isabel Parker, com seus mais de 70 anos, escorregou e caiu dentro de uma loja, não houve dúvidas de que ela merecia uma compensação... O problema é que dona Isabel caiu mais de 40 vezes, em estabelecimentos comerciais de três estados norte-americanos. Fingindo uma queda após a outra, ela surrupiou cerca de 500 mil dólares das seguradoras das lojas, entre 1993 e 2000. Depois que o esquema foi descoberto, a senhora foi processada.

6. Aqui estão as provas, seu juiz!

Fonte: G1/ReproduçãoFonte: G1/Reprodução

Yevgeniy Samsonov se envolveu em um acidente de trânsito, em 2009, e recebeu uma quantia da seguradora do outro motorista, para cobrir suas despesas. 

Fim da história? Claro que não! Anos depois, o homem voltou à justiça, pedindo 20 mil dólares de indenização, pela irreparável perda de seu querido gato de estimação. Ele até enviou foto do bichano... O problema é que a foto era da Wikipedia e era o primeiro resultado da busca por "gato branco". Ele simplesmente não se tocou de que seria fácil descobrir que aquela foto foi baixada da internet. Samsonov ficou preso por 50 dias.

7. Uma hora a casa cai...

Fonte: PexelsFonte: Pexels

O policial Suliman Kamara, de Nova Jersey (EUA), relatou que seu carro havia sido roubado. Muito que bem! A seguradora pagou os 10 mil dólares previstos na apólice e tudo ficou bem... Tirando que nunca houve roubo! Kamara continuou com o carro, só mudando as placas. O golpe só foi descoberto três anos depois, quando uma pessoa da companhia de seguros notou o carro na garagem do homem. 

Lendo esses casos, a gente percebe que não existe crime perfeito, mas alguns golpistas são bem burros!


Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.