Seja o primeiro a compartilhar

Brasília emparedada é resgatada na 'Cracolândia'

Uma verdadeira descoberta “arqueológica” foi feita por uma equipe da prefeitura de São Paulo no mês passado: uma antiga Volkswagen Brasília, provavelmente datada da década de 1970, estava emparedada no subsolo de um prédio em fase de desapropriação, na região da chamada “Cracolândia”.

Fonte: Youtube/ReproduçãoFonte: Youtube/Reprodução

Descoberta por funcionários de uma empresa que faz parte da PPP Habitacional, que trabalha com construção de habitações populares, a VW Brasília emparedada tem uma placa amarela e suas condições estão precaríssimas. Além de coberta por poeira e ferrugem, o motor parece detonado e a cabine está cheia de teias de aranha com os estofamentos rasgados.

À reportagem do UOL Carros, que divulgou a descoberta na quinta-feira (13), a prefeitura afirmou que a antiga proprietária do sobrado, que fica na região central, foi comunicada sobre a descoberta do veículo e providenciou a sua retirada. Para que isso fosse possível, foi necessário derrubar a parede que fechava a garagem, e o guinchamento do carro por um pequeno trator.

O que diz a Prefeitura de São Paulo?

Indagada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Habitação recusou-se a informar se havia moradores no prédio antes da sua desapropriação, e qual será a destinação do imóvel, localizado na altura do número 120 da Rua Helvétia, no bairro de Campos Elíseos.

Não foram reveladas pela administração municipal outras informações esclarecedoras como a identidade da dona do veículo, o tempo em que a Brasília ficou “enterrada” entre quatro paredes e para onde ela foi levada. Também ficou obscuro o motivo da desapropriação do imóvel.

Fonte: Youtube/ReproduçãoFonte: Youtube/Reprodução

Ainda buscando esclarecer o mistério, a reportagem do UOL conseguiu localizar uma foto do local captada em dezembro de 2014, mostrando que a garagem não havia ainda sido emparedada naquela época. Como havia funcionários da PPP da Habitação, parceria público-privada que já demoliu diversos imóveis na “cracolândia”, a equipe procurou o governo estadual.

A assessoria do governador João Dória esclareceu que a PPP foi acionada a pedido da prefeitura da capital, que é a responsável pelas desapropriações destinadas a um plano de revitalização da área. A presença dos funcionários ocorreu apenas para ajudar na remoção do veículo no último dia 7 de abril. As desapropriações e retirada dos moradores da região estão suspensas pela Justiça desde março passado.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.