Seja o primeiro a compartilhar

Entenda o que é o 'teste do café' feito em entrevistas de emprego

A entrevista de emprego é um momento de grande nervosismo para muitas pessoas. Momento em que elas estão tão concentradas em vender a sua imagem que podem deixar passar detalhes significativos sobre a sua personalidade. Esses detalhes podem ser percebidos com testes simples, como o “teste do café”.

O teste do café surgiu em uma empresa australiana, a Xero Austrália. Ele consiste no seguinte: em algum momento da entrevista, é oferecida uma xícara de café ao candidato.

Após ele tomar a bebida, os recrutadores analisam o seu comportamento em relação à louça suja. Se ele simplesmente deixá-la sobre a mesa, pressupondo que algum funcionário irá recolhê-la, ele está desclassificado. Agora, se ele tomar alguma atitude sobre ela, como perguntar onde deve deixá-la ou levá-la à copa, ele passou no teste.

Com esse teste, a empresa afirma conseguir avaliar traços de comportamento indesejáveis entre os seus candidatos, como arrogância com pessoas com cargos menores, como o time de limpeza.

Sendo assim, o teste do café serve para eliminar os piores candidatos, tendo como base comportamentos indesejados para o trabalho em equipe. Mesmo pessoas com excelentes currículos reprovam nessa etapa. Segundo a empresa, cerca de 5% dos candidatos não são aprovados.

Teste viralizou

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

O problema é que o teste do café viralizou na Austrália e agora deve estar no radar dos candidatos — o que pode torná-lo ineficaz. Como resolver isso? Bem, a resposta pode ser simples: adotando atitudes genuinamente respeitosas com todos os trabalhadores e com as responsabilidades em relação à organização do ambiente profissional.

A forma como tratamos pessoas com trabalhos menos qualificados, entendidos por muitos como “inferiores”, depõe sobre o comportamento de uma pessoa — e isso pode ser um grande desafio para o trabalho em equipe.

Sendo assim, tanto em uma entrevista de emprego quanto no dia a dia, busque desenvolver um comportamento empático com todos os profissionais. Assim, você não precisará fingir essa empatia quando for avaliado em uma entrevista de emprego, por exemplo.

Outras dicas para ir bem a uma entrevista de emprego

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

A pontualidade é essencial. Caso algum imprevisto ocorra, avise a empresa. Também é importante pesquisar sobre a marca, pois isso demonstra interesse em construir uma carreira lá.

Não tenha medo de falar sobre você. Isso ajuda o RH a entender qual é a sua personalidade. Detalhes que parecem bobos, como ter um pet ou seus hobbies são importantes.

Contudo, tome cuidado para não ser inconveniente. Não trate os entrevistadores com uma intimidade que se tem apenas com amigos próximos — essa dica é fundamental para pessoas mais jovens, que não tiveram muitas entrevistas e podem confundir a simpatia dos entrevistadores com intimidade. 

Lembre-se que você também tem o direito de perguntar. Questione a empresa sobre assuntos como salário e benefícios. Afinal, o empregador também pode reprovar na entrevista, caso você perceba que aquele não é um bom ambiente para se trabalhar.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.