Você acha que apenas nós, humanos, comandamos o mundo?
172
Compartilhamentos

Você acha que apenas nós, humanos, comandamos o mundo?

Último Vídeo

No filme “Planeta dos Macacos: O Confronto”, que estreia hoje (24.07) nos cinemas brasileiros, os humanos e os macacos disputam o domínio da Terra depois de uma epidemia dizimar boa parte da humanidade. Conforme o Mega Curioso publicou neste outro artigo, alguns especialistas explicaram o que seria plausível ou não no mundo real.

Conforme Jan Zalasiewicz (um paleobiologista na Universidade de Leicester) disse ao Live Science: “com os seres humanos ao redor, é muito difícil outra espécie superinteligente evoluir”.  De acordo com o especialista, os seres humanos têm sido muito bons na remoção de competição.

“Ao longo de vários milhões de anos de evolução, os seres humanos modernos já competiam com vários primatas e outras espécies de humanos, como o hominídeo de Denisova e os Neandertais”, disse ele.

CG Meetup

Ainda assim, de acordo com o Live Science, a premissa do filme não é muito realista. Com sete bilhões de seres humanos no planeta, mesmo que 95% de nós fossemos aniquilados como resultado de um vírus criado em laboratório, o restante da população ainda superaria em muito os macacos.

Mas, apesar de que a ideia dos macacos evoluídos talvez seja mesmo um pouco exagerada, a hipótese de outra espécie ou forma de vida dominar o planeta não é, segundo os cientistas. Na verdade, dependendo de como o domínio seja definido, outras criaturas já podem até estar no comando, de acordo com as análises de especialistas.

Planeta dos porcos?

TG Daily

Porém, supondo que os seres humanos tenham sucumbido à fome, à peste, à guerra ou às mudanças climáticas, ainda assim pode demorar muitos milhões de anos para que uma nova espécie evolua com a inteligência e as habilidades para dominar a Terra. Afinal de contas, criaturas inteligentes como os seres humanos só evoluíram apenas quando o planeta já tinha 3,5 bilhões de anos de vida, segundo comentou Zalasiewicz.

No entanto, os ratos, e outras pragas que vivem em praticamente cada pedaço de terra do planeta, também são inteligentes de certa forma e têm uma estrutura social altamente evoluída.

Em muitos milhões de anos, ratos enormes poderiam até se tornar uma espécie hiperinteligente para governar a terra, segundo um estudo realizado pelo próprio Jan Zalasiewicz e publicado no início desse ano. De acordo com essa pesquisa, os ratos teriam a maior probabilidade de sobreviver e repovoar o mundo se uma extinção em massa dos humanos, supostamente, ocorresse.

Para o estudioso, os porcos também têm estruturas sociais complexas e um alto nível de inteligência. “Se eles evoluíssem a capacidade de utilizar ferramentas e continuassem a evoluir inteligência ao longo de milhões de anos, eles poderiam concebivelmente dominar o planeta”, teorizou Jan.

Mas, realisticamente falando, a maior ameaça para os seres humanos não é uma criatura que está naturalmente evoluindo, mas sim a inteligência artificial, segundo o pesquisador. "Se alguma coisa inteligente surgir, será algo eletrônico e que nós próprios criamos", disse Zalasiewicz.

Shutterstock

Pesquisadores relataram recentemente que uma máquina passou no Teste de Turing, exibindo um comportamento que poderia ser descrito como "humano". No Teste de Turing, se um entrevistador humano não pode dizer a diferença entre as respostas de uma máquina e um ser humano, então ela é considerada por mostrar o comportamento inteligente.

O futurista Ray Kurzweil há muito tempo previu que a singularidade, um ponto hipotético quando a máquina ultrapassa humanos inteligentes, estará presente em 2045. E, para isso acontecer, não falta muito tempo.

Governantes ocultos

Ainda nessa corrida pelo domínio mundial, temos outros inimigos praticamente invisíveis, mas que estão em todos os lugares. “Em algum nível, os humanos de fato não dominam a Terra nesse momento, pois as bactérias já venceram a humanidade de várias maneiras”, segundo relatou Robert J. Sternberg, professor de desenvolvimento humano na Universidade de Cornell em Ithaca, Nova York.

"Os seres humanos só imaginam que dominam a Terra. As bactérias dominam. Há infinitamente muito mais delas, do que existem de humanos. Muito do nosso próprio peso é de bactérias. Elas se reproduzem e se transformam mais rápido", disse Sternberg em entrevista ao Live Science.

Mas não são apenas as bactérias que são as candidatas principais a dominar o mundo, como também são as formigas. "As formigas já controlam o planeta. Mas elas fazem isso abaixo de nossos pés", disse Mark W. Moffett, um entomologista o Instituto Smithsonian, de Washington.

De acordo com este pesquisador, há muito mais formigas do que pessoas, e seu peso total, ou de biomassa, é igual ou superior ao dos humanos. Além disso, elas também usam normas militares tradicionais de combate entre outras estratégias de convivência e trabalho.

As formigas até podem não representar uma ameaça quando isoladas, mas em grupo podem fazer verdadeiros estragos. Por exemplo, formigas africanas em grupo podem devorar uma vaca que esteja presa em algum lugar ou até um bebê indefeso em questão de minutos, segundo contou Mark Moffett. "Há uma razão pela qual as mulheres na África equatorial transportam bebês em suas costas e nunca os deixam em algum tipo de berço ou cercado", disse Moffett.

* * * 

E você, leitor, acha que alguma espécie, além da humana, poderia dominar o mundo? Conte para nós!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.