Chuva de meteoros: 8 dicas para você observar um verdadeiro show no céu
62
Compartilhamentos

Chuva de meteoros: 8 dicas para você observar um verdadeiro show no céu

Último Vídeo

Você é daqueles que gostam de observar o céu, as estrelas e os astros? Gosta de fenômenos astronômicos, como os que listamos aqui no Mega Curioso e aconteceram em agosto? Ou simplesmente se interessa pelas maravilhosas imagens que apenas o céu e a imensidão do universo são capazes de nos proporcionar?

Bem, se você é um profundo admirador de tudo o que a astronomia pode oferecer ou, em especial, das chuvas de meteoro, essa matéria certamente é para você! Inclusive, se você for interessado em fenômenos astronômicos gerais, não deixe de conferir aqui a matéria sobre a Superlua Sangrenta que acontece em setembro aqui no Brasil. Se você nunca se interessou muito pelo assunto, talvez aqui estejam as dicas que faltavam para você começar a entender e “observar o céu com outros olhos”.

Com ajuda de um vídeo de animação (topo) produzido pela Academia de Ciências da Califórnia e do site Mother Nature Network, nós trazemos a você algumas dicas para potencializar a sua observação de fenômenos astronômicos como as chuvas de meteoros. Veja as dicas a seguir e aproveite para melhorar a sua experiência ao observar as estrelas.

As chuvas de meteoros

A animação da academia de Ciências da Califórnia leva o título de “Como Observar uma Chuva de Meteoros” e inicia com uma breve explicação e algumas informações curiosas sobre esse fenômeno.

Os meteoros da “chuva de meteoros”, ao contrário do que muitos acreditam, não são estrelas. Eles podem ser detritos do Sistema Solar, “grãos de poeira ou pequenos pedaços de matéria que se desprendem da formação dos planetas. A Terra recebe essas partículas todo o tempo e, segundo a animação, pode recolher até 100 toneladas de detritos assim todos os dias. O risco de luz visto por nós, durante o aparecimento de um meteoro, se dá em função da entrada desses corpos na atmosfera terrestre. O atrito com o ar a milhares de quilômetros por hora faz os detritos aumentarem sua temperatura em muitos graus e pegarem fogo, deixando um rastro brilhante no céu.

A chuva de meteoros pode acontecer quando a Terra passa perto ou através do rastro deixado por um cometa. Há milhões de rastros de cometas espalhados pelo Universo e o nosso planeta não atinge todos eles, porém há épocas do ano em que ele passa por essas trilhas de detritos deixadas e nós, aqui do chão, conseguimos ver várias dúzias desses meteoros por hora durante a noite. Para efeito de comparação, em uma noite comum, nós poderemos ver de 4 a 6 estrelas-cadentes rasgando o nosso céu.

Finalizada a explicação, vamos às dicas

1.Programação

A primeira dica é procurar saber quando as chuvas de meteoros estão programadas para acontecer. Com uma rápida pesquisa na internet, você terá acesso a todas as informações. As três maiores são a Quadrântida, que ocorre em janeiro, a Perseidas, em agosto, e a Geminidas, em dezembro.

2. Noite escura e com céu limpo

O segundo passo para conseguir ver com clareza uma chuva de meteoros, assim como para fazer qualquer observação mais detalhada das estrelas: deve-se esperar uma típica noite escura, sem luzes extras como a da lua, e com céu limpo, sem nuvens. Tente torcer para que as noites de chuvas de meteoros não estejam nubladas.

3. Longe das cidades

Fique longe da luz brilhante das grandes cidades. Um ou dois quilômetros não são suficientes. Procure se afastar pelo menos 20 ou 30 km dos grandes centros urbanos. Essa dica já havia sido dada aqui no Mega pelo fotógrafo David Lane, quando mostramos sua galeria que mostra como uma galáxia é vista de dentro (clique aqui para conferir).

4. Vá para um ponto alto e aumente seu campo de visão

Além da luz de uma cidade, os prédios e qualquer objeto mais alto podem prejudicar a visão do céu, portanto, deve-se procurar um ponto alto, como um morro ou montanha. Binóculos e telescópios limitam a visão a apenas um ponto, logo, não os utilize.

5. Evite lua cheia

A luz da Lua também pode prejudicar a observação, portanto o ideal é evitar o período de uma semana antes e uma depois da lua cheia.

6. O horário indicado

Como não é possível controlar o tempo e a lua, portanto, segundo a animação, o ideal é fazer a observação após a meia-noite e antes do nascer do Sol. É nesse período que a terra nos direciona para o outro lado, onde não há sol e observadores estarão olhando na direção da nuvem de poeira.

7. Olhos adaptados

Os olhos levam pelo menos 20 minutos para se adaptarem a ambientes escuros, então permaneça esse tempo longe das luzes. Um ponto importante aqui é lembrar que celulares e componentes do painel de um carro, por exemplo, também são fontes de luz e que, a cada contato dos olhos com brilhos como esses, serão mais 20 minutos até que você recupere a sua visão totalmente.

8. Paciência

Uma observação como a de chuva de meteoros exige paciência. Não serão apenas cinco minutos para ver uma estrela-cadente e depois voltar para casa. Então levar uma cadeira e ficar confortável é essencial para conseguir ver tudo. Uma companhia pode ser interessante para debater sobre o céu e as constelações.

Finalizando, tenha uma boa sorte e aprecie o show das estrelas no céu!

Já conseguiu, alguma vez, assistir ao espetáculo de uma chuva de meteoros? Conte pra nós no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.