Incrível: conseguiram transformar uma folha de espinafre em tecido cardíaco
787
Compartilhamentos

Incrível: conseguiram transformar uma folha de espinafre em tecido cardíaco

Último Vídeo

Faz algum tempo que os cientistas estão trabalhando na produção de tecidos e órgãos humanos em laboratório e eles inclusive conseguiram avanços importantes nessa área. Caso você não saiba, estruturas como pele, sangue, bexigas, traqueias, orelhas e “brotinhos” de fígados, por exemplo, já foram impressas ou cultivadas.

Entretanto, apesar de as tecnologias estarem se tornando cada vez mais inovadoras, os cientistas ainda encontram imensas dificuldades para reproduzir determinados tecidos, como é o caso do cardíaco e sua complexa vascularização. Nem mesmo com os equipamentos mais modernos e sofisticados os pesquisadores foram capazes de fabricar estruturas viáveis — e foi por isso que um grupo de cientistas decidiu voltar seus olhos para as plantas.

Folhas como base

O que você vê quando olha para uma folha à contraluz? Uma porção de “veias” e “artérias”, certo? Segundo pesquisadores do Instituto Politécnico de Worcester, nos EUA, essas ramificaçõezinhas que vemos não só são semelhantes ao tecido vascular humano, como desempenham a mesma função. Então, o que eles fizeram foi converter uma folha de espinafre em tecido cardíaco — capaz de pulsar e tudo!

Para isso, os pesquisadores empregaram substâncias detergentes especiais para remover as células da folha e deixar apenas o sistema vascular de celulose da planta, que é compatível com o dos humanos. Depois, eles cultivaram células cardíacas humanas nessa estrutura e esperaram até que o tecido se formasse. Por último, os cientistas bombearam fluidos e micro “bolinhas” — para simular as células sanguíneas —, e você pode ver a seguir o que aconteceu:

Não é incrível?

Incrível, não é mesmo? Mas não foi só isso o que os cientistas observaram. Cinco dias após inserirem as células cardíacas na estrutura de celulose, ao analisar o tecido formado sob o microscópio, os pesquisadores notaram que a folha de espinafre estava pulsando. De acordo com o time, os experimentos apontaram que o sistema que eles criaram poderia — potencialmente — transportar sangue e ajudar pacientes cardíacos.

Além disso, existem outros estudos semelhantes em andamento, nos quais a mesma técnica vem sendo aplicada em folhas de salsinha, absinto e em raízes da planta de amendoim. Segundo explicaram, é possível que esse método seja empregado no futuro para produzir enxertos para serem usados na reparação de tecidos cardíacos danificados de pessoas que sofreram ataques do coração ou que sofrem de determinadas cardiopatias — ou outros tecidos humanos, por exemplo, estruturas feitas de celulose para recompor ossos.

É claro que os pesquisadores ainda têm muito trabalho até que esse método possa sair do laboratório e efetivamente ajudar os humanos. No entanto, conforme eles acreditam, a técnica é muito promissora e tem um potencial imenso para ser aplicado a fim de solucionar uma grande variedade de problemas de saúde.

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.