Os melhores alimentos para quem pratica corrida
02
Compartilhamentos

Os melhores alimentos para quem pratica corrida

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Crédito: Shutterstock

A corrida se tornou um dos esportes favoritos das mulheres brasileiras. Além de queimar muitas calorias e manter o corpo em forma, a prática alivia o stress e a ansiedade do dia a dia com o bônus de poder ser realizada de graça nas pistas de parques das cidades. E como essa atividade requer energia, é importante ter uma alimentação balanceada com opções corretas para manter o pique e a saúde em dia.

Quem corre sabe que a alimentação deve funcionar também como um combustível e, para manter a energia em alta, calorias e carboidratos são essenciais. No entanto, esses nutrientes devem ser bem escolhidos, sendo que os encontrados em alimentos integrais são os melhores.

As proteínas também são indispensáveis na alimentação de quem pratica a corrida. Entretanto, barrinhas e géis proteicos ou carnes gordurosas, com certeza, não são as melhores opções. A diretora de nutrição esportiva da Universidade da Califórnia de Davis, Liz Applegate, alertou em um artigo do Huffington Post que os corredores devem dar mais atenção aos alimentos na sua forma natural e não industrializada. Confira abaixo as opções principais recomendadas pelos especialistas.

Grãos e cereais integrais

Crédito: Shutterstock

Os carboidratos são imprescindíveis na alimentação de quem malha e corre. Entretanto, eles devem ser de qualidade, ou seja, integrais. Em vez de mandar ver em um prato de massa para garantir a energia para uma corrida, a especialista em nutrição Liz Applegate recomenda o arroz negro, que é mais nutritivo que o comum, além de ser ótima fonte de fibras, antioxidantes, vitaminas e ter uma boa porcentagem de proteína.

A quinoa também é altamente recomendada, pois, além de proporcionar os carboidratos integrais, ela é uma proteína completa, uma vez que contêm todos os nove aminoácidos essenciais. Pães e massas integrais enriquecidos com fibras de aveia, centeio, linhaça e semente de girassol também fazem parte das indicações dos nutricionistas, pois fornecem energia e contribuem para o bom funcionamento do organismo.

Carne magra

Embora o vegetarianismo esteja em alta atualmente, a carne é um inegavelmente uma grande fonte de proteína, que acelera a recuperação e o crescimento muscular. No entanto, vale destacar que as melhores opções são as carnes bovinas magras, ótimas fontes de ferro, nutriente que aumenta a energia. O frango também é uma ótima fonte de proteína: contém menos ferro, mas tem zinco e vitamina B, nutrientes bons para a recuperação muscular.

Ovos

Quando se trata de proteína, os ovos reinam absolutos. Além disso, os ovos contêm outros nutrientes importantes, como a colina, que desempenha um papel importante em um neurotransmissor no cérebro necessário para os movimentos do corpo. A colina também tem sido associada como redutora de inflamações e por turbinar o bom humor.

Iogurte

Crédito: Shutterstock

Além de ser rico em cálcio, o maior benefício do iogurte para os corredores são as bactérias do bem contidas nele, que ajudam a manter o intestino em ordem e, consequentemente, a disposição melhora muito. Opte pelos iogurtes com baixo teor de gordura, adicionando frutas frescas e um pouco de mel.

Amêndoas e nozes

Fontes de gorduras saudáveis, as oleaginosas, como as amêndoas e nozes, são ótimas opções para os lanchinhos de quem corre. As amêndoas ainda têm o benefício de uma dose significativa de vitamina E, importante para aumentar a imunidade.

Bananas

Bananas são carregadas com potássio e vitaminas C e B6, que oferecem uma boa vantagem em relação às bebidas esportivas quando se trata de aumentar o desempenho e o equilíbrio de eletrólitos. As passas têm poderes semelhantes e não pesam no estômago dos corredores. Uma dica da especialista em nutrição, Liz Applegate, é congelar as bananas e bater no liquidificador com leite desnatado para um smoothie saboroso, nutritivo e consistente.

Batata-doce

Crédito: Shutterstock

Uma das fontes de carboidratos mais adoradas pelo pessoal da malhação é a batata-doce. Os nutricionistas recomendam o seu consumo cozido e com casca. No entanto, pode ser ingerida também em forma de purê ou em outras preparações.

Além de potássio e fibras, a batata-doce é rica em antioxidantes e contém carboidratos complexos de baixo índice glicêmico que, digeridos e absorvidos lentamente, estimulam pouco a liberação de insulina, reduzindo o risco de diabetes e obesidade, pois ajuda no controle do apetite.

Salmão

O peixe é uma excelente fonte de proteína e gorduras ômega 3. E o salmão é uma ótima escolha para garantir esses nutrientes. Além disso, o salmão é uma fonte rica de vitamina D, importante para a imunidade e o bem-estar.

Folhas verdes

Crédito: Shutterstock

A nutricionista Liz Applegate recomenda, principalmente, a couve. Esse vegetal possui folato, uma vitamina B importante para a circulação, além de antioxidantes, fibras, cálcio, ferro e vitaminas A, C e K. Além da preparação que pode ser combinada com outras folhas verdes escuras, você pode aproveitar as inúmeras receitas de suco verde com couve que estão fazendo sucesso entre as pessoas que estão de olho na saúde.

Líquidos

Embora não sejam exatamente alimentos, os líquidos são fundamentais para manter a hidratação e a disposição em alta. Mas lembre-se: a água é sempre a melhor opção.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.