Seja o primeiro a compartilhar

O que é e como a quiropraxia funciona?

Você já ouvir falar em quiropraxia? Se sua resposta for sim, a primeira imagem que deve vir na sua cabeça são as técnicas de realinhamento da coluna. No entanto, entender como é possível um profissional ajustar nossa espinha é uma coisa que não costuma ser absorvida com facilidade.

Afinal, como é feito o trabalho de um quiroprata? O objetivo principal de um ajuste quiroprático é realinhar a coluna em uma posição ideal e reduzir a "subluxação", trazendo os ossos de uma articulação de volta a um ajuste natural. Dessa forma, esses profissionais conseguem manipular o nosso corpo para diminuir a dor que sentimos. Entenda mais sobre o assunto nos próximos parágrafos!

O trabalho de um quiroprata

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Para realizar o alinhamento da nossa coluna vertebral, um quiroprata precisará utilizar suas mãos para mexer com as nossas articulações. Manualmente, esses profissionais esticam suavemente os ossos da espinha, empurram e aplicam pressão da melhor forma que acharem para que tudo esteja alinhado de maneira otimizada.

Quiropratas precisam ser profissionais treinados e licenciados, uma vez que utilizam várias técnicas para fornecer a atenção individualizada para um paciente. Antes de qualquer atendimento, os pacientes serão avaliados para detectar suas necessidades e para que um plano de ação seja traçado. 

Assim que esse plano estivem em mente, eles aplicarão um pouco de força em regiões específicas com base nos locais do corpo onde você sentir dor — diferente do que ocorre em uma massagem. À medida que a pressão é liberada das articulações, é comum que aconteça um estalo audível na região, que nada mais é do que ar escapando da área afetada. 

Por conta desse barulho, é bem comum que as pessoas tenham bastante medo dessa técnica. Porém, a maioria dos pacientes costuma descrever um alívio imediato após uma sessão de terapia.

Benefícios da quiropraxia

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Normalmente, as pessoas que mais se beneficiam em um tratamento de quiropraxia são aquelas com fortes dores no pescoço e nas costas. No entanto, esses não são os únicos segmentos que esse tipo de técnica atende e diversos outros problemas podem acabar recebendo um atendimento diferenciado por um quiroprata.

Exemplos disso são casos de fibromialgia e cifose — um distúrbio na coluna vertebral que provoca uma curvatura de forma anormal — que também podem ser cuidados caso recebam o acompanhamento de um quiroprata autorizado. Algumas das condições tratadas pela quiropraxia são:

  • Dores de cabeça súbitas ou persistentes;
  • Dor no pescoço e/ou nas costas;
  • Músculos rígidos ou doloridos;
  • Dores nas articulações;
  • Ciática;
  • Fibromialgia;
  • Artrite da osteoartrite;
  • Escoliose;
  • Cifose;
  • Estenose espinal.

Além disso, os ajustes quiropráticos também podem te ajudar caso você esteja experimentado recentemente algum dos seguintes problemas:

  • Lesão esportiva;
  • Entorse;
  • Variedade;
  • Deslizado ou hérnia de disco;
  • Acidente de carro.

Normalmente, os médicos quiropratas costumam realizar um trabalho de assistência ao médico principal do paciente, trabalhando juntos para garantir o bem-estar do indivíduo em tratamento. O objetivo do cuidado é sempre melhorar os sintomas, aliviar a dor e melhorar a qualidade de vida.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.