Seja o primeiro a compartilhar

5 dicas para lidar com as emoções em conversas difíceis

Não importa se é no relacionamento, no trabalho ou entre amigos. De vez em quando, precisamos ter uma conversa difícil. Mas, o que torna uma conversa complicada? Será que é apenas o seu conteúdo?

Em muitos casos, uma simples conversa pode se transformar em uma briga. Tudo isso porque ela gera emoções entre os envolvidos. Já quanto o assunto do papo é delicado, as chances de choro e gritaria são ainda maiores.

Nem sempre isso precisa acontecer —  e como diz o ditado popular: “quando um não quer, dois não brigam”. Portanto, se você escolher entrar em uma conversa desarmado, sem a intenção de conflito, é possível reduzir as chances de se estressar.

1. Assuma as responsabilidades pelos sentimentos

a(Fonte: gettyimages)

Muitas conversas difíceis começam porque existe uma situação que gerou incômodo. Nesses casos, é comum que a pessoa incomodada se coloque no papel de vítima e o indivíduo que a incomodou se torna o vilão.

Acontece que vilões não são merecedores de muito respeito, não é mesmo? Sendo assim, é natural que a pessoa incomodada descarregue sobre a outra palavras pouco amigáveis. Naturalmente, haverá reações.

Se algo lhe incomodou, você precisa assumir a responsabilidade pelo que sentiu. Não se trata de não reagir, mas de entender que as suas emoções são, em primeiro lugar, suas.

Exemplo: dois colegas apresentam um trabalho juntos. Um deles se sente pouco valorizado na apresentação, acreditando que o amigo buscou protagonismo e o ofuscou. Ele poderia começar a conversa assim: “Você sempre quer aparecer mais do que os outros, né?”. Note que há uma acusação. Uma forma mais saudável seria dizer algo como: “Eu me senti pouco valorizado hoje”.

2. Preste a atenção na sua respiração

Durante uma conversa complicada, é natural que os batimentos cardíacos acelerem, a pessoa fique ofegante e fale rapidamente. Para controlar o nervosismo, foque na sua respiração. Além de conseguir oxigenar melhor o seu corpo, o foco da sua atenção é redirecionado.

3. Não faça rodeios

Quanto mais tempo você demorar para dizer o que deve ser dito, mais difícil e longa será a situação. Vá direto ao ponto. Quer terminar o relacionamento, comece informando a pessoa disso: “Acho que deveríamos terminar”. A partir daí, argumente, esclareça, mas a pessoa já recebeu a notícia e pode reagir de forma mais rápida em vez de ficar ansiosa com o que virá.

4. Espere um tempo antes de conversar

a(Fonte: gettyimages)

Você descobriu que falaram mal de você? Em vez de pegar o celular e iniciar a lavação de roupa suja, espere um tempo. Procure entender o que aconteceu, lide com os seus sentimentos (raiva, mágoa etc.) e, depois, converse com os envolvidos.

5. Crie um mantra

Esse é um conselho que a escritora Amy Gallo deu em seu artigo para o HBR. Ela sugere que a pessoa mentalize uma frase durante a conversa, algo que faça sentido para si. Por exemplo: “Isso não é sobre mim”, “Isso vai passar” etc. Isso ajudaria a tirar o foco das emoções negativas que a conversa gera.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.