Seja o primeiro a compartilhar

O que acontece no corpo durante um ataque cardíaco?

A cada ano, milhares de pessoas podem sofrer um ataque cardíaco, que também é conhecido como infarto do miocárdio. Até metade do ano passado, por exemplo, dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia mostraram que mais de mil pessoas morreram por dia devido a um AVC ou infarto no país.

Porém, o que de fato acontece no corpo de uma pessoa quando ela recebe o diagnóstico que teve um ataque cardíaco? É exatamente sobre isso que falaremos a seguir.

Problema gerado com o passar do anos

Os sintomas de um ataque cardíaco podem ser percebido dias ou semanas antes que ele de fato aconteça. (Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Antes da explicação, é bom esclarecer que ataques cardíacos não tem relação com paradas cardíacas – especialmente pelo fato de ocorrer quando o coração, por uma falha no órgão, para de bater.

O ataque cardíaco está mais relacionado com a circulação sanguínea, e geralmente vem de uma condição gerada após anos ou décadas, podendo ser sentido por alguns minutos ou horas (bem diferente de uma parada, que é algo mais súbito).

Como acontece o ataque cardíaco?

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

O coração é um órgão que bate 100 mil vezes por dia em um corpo adulto, ajudando a bombear mais 5,5 litros de sangue oxigenado e rico em nutrientes a cada minuto. Todo esse processo é feito com o auxílio das artérias.

No caso de um ataque cardíaco, as duas principais artérias coronárias vão se estreitando por conta de uma aterosclerose (que é o crescimento de placas de gordura na parede das artérias). Isso dificulta a passagem do sangue e bloqueia a ida do líquido ao coração, fazendo com que essas placas de gordura possam inclusive se desprender e começar a passar pela artéria, fazendo a situação ficar ainda mais complicada.

É por conta de alguns desses bloqueios que o ataque cardíaco pode acontecer, e em questão de minutos algumas células musculares do coração sofrem dano e começam a morrer.

No caso de pessoas que fumam, possuem níveis de colesterol mais alto ou problemas de pressão alta, um espasmo ou contração das paredes das artérias coronárias pode bloquear a passagem do sangue e provocar um ataque cardíaco. Entretanto, esses casos são menos comuns.

Leia também: Por que o coração não descansa como os outros músculos?

Sintomas de um ataque cardíaco

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

É sempre bom lembrar que os sintomas de um ataque cardíaco podem aparecer com dias ou até mesmo semanas antes dele acontecer de fato. Por conta disso, é bom ficar atento às seguintes situações:

  • Dores do lado esquerdo do peito (podendo seguir para o braço esquerdo, ombro, pescoço e costas, muitas vezes sentidas por pontadas ou incômodo persistente);
  • Suor frio;
  • Falta de ar;
  • Enjoos e tontura;
  • Dormência no braço esquerdo;
  • Cansaço constante, palidez e dores de estômago, causando insuficiência cardíaca (no caso de mulheres).

Caso perceba algum deles, é bom procurar por ajuda médica quanto antes para iniciar um tratamento, sendo que o primeiro passo é desobstruir a artéria entupida – o que muitas vezes é feito utilizando um cateter. Para outros casos, o mais recomendado é uma cirurgia de revascularização do miocárdio (a famosa ponte de safena).

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.