ESA lança programa para monitorar possível inversão dos polos da Terra
265
Compartilhamentos

ESA lança programa para monitorar possível inversão dos polos da Terra

Último Vídeo

Segundo uma notícia divulgada pelo pessoal do History, uma questão que preocupa pesquisadores de todo o mundo é o que aconteceria se os polos magnéticos da Terra sofressem uma inversão. Uma matéria sobre esse tema já foi publicada aqui no Mega Curioso, na qual falamos sobre a probabilidade de que um evento como esses ocorra e quais seriam as possíveis consequências para a vida no nosso planeta.

Fonte da imagem: Reprodução/ESA

O campo magnético terrestre — além de fazer com que as bússolas apontem para o norte ou para o sul — tem várias funções, como o importante papel de desviar partículas de radiação emitidas pelo Sol, evitando, dessa forma, que elas interajam com a atmosfera. Uma das consequências dessa interação seria uma série de reações químicas que poderiam desencadear o surgimento de buracos na camada de ozônio.

Fonte da imagem: Reprodução/NASA

Além disso, uma inversão também poderia afetar o fornecimento de energia elétrica e o funcionamento de satélites de telecomunicações, o que provocaria um verdadeiro caos em escala mundial. O problema é que, de acordo com evidências apontadas pelos cientistas, há algum tempo o enfraquecimento do campo magnético vem sendo observado, e tudo parece indicar que os polos da Terra estão se preparando para sofrer uma inversão.

Fonte da imagem: Reprodução/NASA

Por sorte, esse tipo de evento costuma demorar alguns milhares de anos para ser concluído e, por essa razão, a Agência Espacial Europeia lançou um programa — chamado Swarm — para monitorar o comportamento e alterações no campo magnético terrestre.  O estudo consiste na coleta detalhada de dados através de três satélites que, durante os próximos quatro anos, devem observar o campo a partir do interior do planeta até as camadas mais superiores da atmosfera.

De acordo com ESA, se uma inversão realmente estiver em progresso, existe o risco de que a nossa sociedade entre em colapso e o mundo atual sofra um enorme retrocesso. Portanto, o programa é de vital importância para que estejamos preparados para o caso de que esse evento realmente ocorra.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.