Essas casas rochosas teriam inspirado Tolkien a escrever 'O Hobbit'
05
Compartilhamentos

Essas casas rochosas teriam inspirado Tolkien a escrever 'O Hobbit'

Último Vídeo

“E em uma toca no chão vivia um hobbit. Não uma toca desagradável, suja e úmida….era a toca de um hobbit, e isso quer dizer conforto”. Se você leu "O Hobbit ou Lá e De Volta Outra Vez" (se ainda não leu, fica aqui a sugestão de leitura!), sabe que estamos falando da casa de Bilbo Bolseiro, personagem famoso por sua aversão a aventuras e qualquer tipo de coisa que o faça sair de casa.

Apesar de nunca ter admitido quais locais o inspiraram, há fortes indícios de que as casas rochosas localizadas na região de Kinver (Inglaterra) sejam as principais fontes de Tolkien. Em 1777, foi publicado um guia sobre jardinagem onde o autor, Joseph Heely, cita um evento inusitado. Ao ficar preso em uma região rochosa próximo a um penhasco durante uma tempestade, foi buscar abrigo e encontrou um par de casas esculpidas na montanha. O escritor as define como “curiosas, calorosas e cômodas, quase a mesma descrição utilizada por John Ronald Reuel Tolkien nos livros.

Não existe uma data precisa de quando as cavernas foram esculpidas e, posteriormente, transformadas em casa; a estimativa é de que tenha sido por volta do ano 700. No início da década de 30, Tolkien estava em sua carreira acadêmica em Oxford e começou a diversificar suas habilidades de escrita ao rabiscar diversos poemas e as Cartas do Papai Noel. Esses textos eram acompanhados de ilustrações de gnomos e goblins. Em meio a esses devaneios todos, em uma página em branco John escreve a primeira linha de um dos seus grandes sucessos e que usamos para começar esta matéria.

Existem muitas similaridades entre as casas da região de Kinver e as tocas descritas por Tolkien. Já na abertura, a de Bilbo é colocada da seguinte maneira: “A porta se abriu para um hall em forma de tubo como um túnel: um túnel muito confortável, sem fumaça, com paredes e pisos com painéis de azulejos e carpetes, equipados com polidas poltronas e muitos e muitos pinos para chapéus e casacos”. O que não é tão diferente da descrição de Heely para o abrigo durante uma tempestade lá em 1777. 

Outras lendas que acompanham as casas de Kinver também parecem muito similares a passagens de "O Hobbit". Quando Bilbo e seus companheiros estão presos por três trolls, bastante desagradáveis, por exemplo, o grupo é salvo pela luz do sol, que transforma os gigantes em pedra, pois estão muito ocupados discutindo. A briga entre gigantes de Kinver e Enville por uma bela gigante acabou com um deles virando pedra depois de ser atingido por um raio enquanto o sol ainda brilhava.

Tolkien nunca escondeu que odiava viver em Birminghan e aproveitava cada oportunidade possível para viajar e conhecer novos lugares. Será que o próprio John conheceu as casas rochosas de Kinver?

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.