Pintura de Van Gogh é roubada de museu na Holanda

Pintura de Van Gogh é roubada de museu na Holanda

Último Vídeo

Em uma videoconferência realizada nesta segunda-feira, dia 30 de março, o diretor do Museu Singer Laren, Evert van Os, concedeu algumas palavras confirmando que a obra O Jardim do Presbitério de Neunen com Figura Feminina, também conhecido como Spring Garden, pintada pelo artista Vincent Van Gogh em 1884, foi roubada de sua galeria. Ainda em investigação, tudo indica que os bandidos se aproveitaram do período de quarentena para invadir as instalações do edifício.

Lamentando bastante o ocorrido, o diretor afirma estar “extremamente zangado” com a situação, considerando “um golpe fortíssimo” e “extremamente difícil, especialmente nos tempos que correm”. Como se a situação já não fosse bastante delicada, a obra estava sob possa temporária do museu, tendo sido emprestada pelo Museu de Groningen para enriquecer uma exposição dedicada à cultura holandesa.

Spring Garden, de 1884, por Van Gogh. (Fonte: Público/Reprodução)Spring Garden, de 1884, por Van Gogh. (Fonte: Público/Reprodução)

Segundo detalhado no site Artnews, que vem cobrindo o caso, os bandidos realizaram uma entrada forçada no museu por volta das 3h15 da madrugada de domingo, rompendo os vidros da entrada e escapando antes da polícia chegar ao local, mesmo com o disparo dos alarmes, onde as medidas de segurança foram “inteiramente seguidas de acordo com o protocolo”. A peça de Van Gogh foi a única roubada no ato.

Avaliada em torno de 6 milhões de euros (aproximadamente R$ 32,3 milhões), a obra era a única do artista que o Museu de Groningen tinha posse, causando uma perda inestimável para a população local e para a galeria, apesar da investigação ainda estar em curso e das autoridades estarem analisando as câmeras do prédio para identificar possíveis suspeitos. 

Fechado desde 12 de março por conta das recomendações impostas pelo rápido avanço do coronavírus, o museu, juntamente com diversas outras entidades locais, estarão com suas atividades temporariamente paralisadas até dia 1 de junho deste ano.

Caso recorrente no Singer Laren

Infelizmente, a fatalidade não é a primeira vez que ocorre nas imediações do museu holandês, localizado nas imediações de Amsterdã. Em 2007, um grupo organizado de saqueadores roubou diversas esculturas valiosas que enfeitavam o jardim do Singer Laren, incluindo o Pensador, de Auguste Rodin, a fim de coletar o bronze presente na constituição de tais artes.

Apesar do susto inicial, boa parte das obras foram posteriormente recuperadas, apresentando danos reversíveis que foram amplamente restaurados logo em seguida. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.