Máquina de criptografia de 1944 é vendida por mais de R$ 2 milhões

Máquina de criptografia de 1944 é vendida por mais de R$ 2 milhões

Último Vídeo

A histórica Enigma M4, máquina de criptografia alemã usada na Segunda Guerra Mundial, foi arrematada por US$ 437,9 mil — mais de R$ 2 milhões — em leilão da empresa Christie’s. A companhia especializada em artefatos históricos leiloou um dos raríssimos equipamentos criados por Arthur Scherbius, engenheiro eletricista alemão.

Extremamente complexa, a Enigma M4 é uma máquina de criptografia com quatro rotores fabricada em 1944. Tornou-se um equipamento militar na Segunda Guerra Mundial e garantia discrição na comunicação entre bases nazistas ao gerar combinações que estavam em constante mudança.

Teclas apertadas emitiam uma corrente elétrica que percorria o interior da máquina e alcançava os rotores, que funcionavam continuamente, gerando várias possibilidades de codificação. No total, a máquina era capaz de gerar mais de seis sextilhões de códigos, permitindo que os alemães mudassem o padrão de comunicação mensalmente.

a  Christies/Divulgação 

Em contrapartida, o desafio de decifrar os códigos incentivou o desenvolvimento tecnológico dos Aliados, consequentemente levando a criação do primeiro computador programável, obra de Alan Turing — este um matemático, lógico e criptoanalista e cientista da computação.

Outro leilão realizado pela Sotheby, uma sociedade de vendas com sede em Londres, Inglaterra, vendeu outro exemplar da Enigma M4 por US$ 800 mil. Neste caso, a máquina de criptografia alcançou tal valor por ter sido encontrada com 14 outros modelos em um bunker alemão, numa base naval nazista localizada em Trondheim, Noruega.

Máquina de criptografia de 1944 é vendida por mais de R$ 2 milhões via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.