Artistas recriam escritórios de 5 grandes diretores do cinema mundial

Artistas recriam escritórios de 5 grandes diretores do cinema mundial

Último Vídeo

A empresa Budget Direct uniu um talentoso grupo de artistas de interiores e decidiu estimulá-los a recriar os escritórios home office baseados em alguns grandes diretores do cinema internacional, adaptando as características de cada um para criar um local de trabalho incrivelmente único. Pelas imagens, é impossível não reparar que a identidade dos figurões de Hollywood marca cada centímetro das salas.

Através de designs tridimensionais ultrarrealistas, os artistas foram capazes de unir importantes aspectos do cinema como paleta de cores, conceitos, itens de cenário e muitas referências filmográficas com bastante estilo, levando o público a conhecer um pouco mais sobre a estética e proposta de cineastas como David Lynch, Wes Anderson e Sofia Coppola. 

1. As Wachowskis

(Fonte: Budget Direct/Reprodução)
(Fonte: Budget Direct/Reprodução)

Apesar de estarem por trás de obras consagradas como V de Vingança e Cloud Atlas, Lilly e Lana Wachowski se destacaram pela importante trilogia Matrix e seus spin-offs, trazendo uma verdadeira revolução tenológica para o cinema através de uma trama densa e filosófica voltada para tudo que envolve computação versus realidade.

2. Sofia Coppola

(Fonte: Budget Direct/Reprodução)
(Fonte: Budget Direct/Reprodução)

Vencedora do Oscar de Melhor Roteiro Original por Lost in Translation, de 2003, e terceira mulher na história a ser indicada para o prêmio de Melhor Diretor, Coppola se destaca pela presença de tons pastéis e itens vintage, reforçando um ambiente mais limpo e unificado capaz de se comunicar por meio da pureza, assim como ocorre com seus diálogos e criação de personagens.

3. Wes Anderson

(Fonte: Budget Direct/Reprodução)
(Fonte: Budget Direct/Reprodução)

Figura “cult” do cinema internacional, o diretor teve seu magnum opus em Grande Hotel Budapeste, trazendo visuais ainda mais excêntricos que os convencionais, cheios de tons alaranjados e dourados, além de um estilo narrativo teatral único, que se baseia em muita informação casual e detalhes que contam um pouco mais de suas produções.

4. Bong Joon-ho

(Fonte: Budget Direct/Reprodução)
(Fonte: Budget Direct/Reprodução)

O mais novo queridinho de Hollywood surge como um dos grandes nomes para ficarmos de olho, especialmente após o premiado Parasita, trazendo contrastes entre luzes e estéticas, mas cheias de intensidade, simetria e muitos acessórios de vidro, transparecendo o próprio conceito “quebradiço” de seus personagens.

5. David Lynch

(Fonte: Budget Direct/Reprodução)
(Fonte: Budget Direct/Reprodução)

Clássico diretor por trás de Eraserhead, Cidade dos Sonhos, Duna e Twin Peaks, Lynch volta suas ideias para o uso de cores primárias, especialmente por boa parte de seus filmes serem em preto e branco. Com narrativas chocantes e muitos plot twists, suas histórias refletem impactos drásticos, transmitidos através de uma paleta de cores que intercala entre a vida e a morte.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.