Seja o primeiro a compartilhar

Morte de toureiro foi passo a caminho do fim das touradas na Espanha

As famosas touradas na Espanha podem estar se aproximando de um fim após um acontecimento brutal ter chocado todo o país no dia 9 de julho de 2016. Após o famoso matador Víctor Barrio ter sido morto em decorrência do ataque de um touro nas arenas de Teruel, diversas autoridades de direitos animais vem cobrando pelo fim dos jogos na Europa.

Barrio, um toureiro profissional, foi atacado pelo touro Lorenzo durante uma transmissão em rede nacional feita no festival Feria del Ángel — um dos mais tradicionais do “esporte”. Para piorar a situação, todo o evento foi assistido pela esposa, pai, irmã e avós do esportista.

A morte de Víctor Barrio

(Fonte: Antonio García/EFE)
(Fonte: Antonio García/EFE)

A transmissão da morte de Víctor Barrio marca a primeira vez que uma pessoa foi morta nas arenas desde 1992, quando os bandarilheiros Manolo Montoliú e Ramón Soto Vargas perderam suas vidas em confronto com um dos touros participantes da edição do evento.

Entretanto, os acontecimentos de 2016 podem ter um impacto ainda maior na cultura espanhola pelas proporções midiáticas que tiveram, fazendo com que diversas pessoas no país passassem a observar a crueldade animal que gira em torno das tradicionais touradas.

As touradas são uma tradição espanhola herdada das culturas ibéricas, visigodas e mouras do norte. Perfeiçoado pelo toureiro Francisco Romero em 1726, o estilo de luta matador ensina aos toureiros como enfrentar os animais ferozes apenas com a utilização de uma capa vermelha e uma espada.

O futuro das touradas

(Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

Após matar Víctor Berrio nas arenas, a tradição espanhola exigia que o touro Lorenzo fosse assassinado após o incidente. As regras culturais também mandavam que a mãe do touro, Lorenza, também morresse, o que despertou uma enorme reação negativa por parte de ativistas nas redes sociais.

Através da hashtagh #SaveLorenza, o Twitter clamava para que o animal tivesse sua vida poupada pela crueldade da tradição espanhola. Mesmo que as touradas continuem sendo legalizadas em boa parte da Espanha, a crescente ação do Partido Animalista contra o Mau Trato Animal (PACMA) tem aumentado a conscientização sobre os maus tratos animais e feito o esporte perder popularidade significativa na região.

Uma pesquisa feita em 2021 indicou que 52% dos espanhóis acreditam que todos os torneios de touradas devem ser banidos do país ou pelo menos perder apoio financeiro governamental. Porém, essa é uma luta que ainda parece ter muitos desdobramentos para acontecer no futuro. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.