Seja o primeiro a compartilhar

6 populares sagas de livros que não tiveram sucesso nos cinemas

Com o sucesso das séries literárias entre o público jovem e adulto, as grandes apostas de Hollywood passaram a se concentrar nessas adaptações, na tentativa de apoiar estúdios a trazer mais materiais aos fãs, novos pontos de vista e uma revisitação às populares histórias, como houve com casos de sucesso, como Senhor dos Anéis, Harry Potter e Jogos Vorazes, e com alguns "ovos podres" que surgiram no caminho.

Confira abaixo algumas das séries de livros que, apesar de terem uma boa base de fãs e configurarem como best-sellers, não vingaram nos cinemas e sequer passaram da primeira adaptação.

1. Mundo de Tinta

A trilogia Mundo de Tinta, publicada originalmente no Brasil, em 2006, com Coração de Tinta, é uma saga fantasiosa escrita pela alemã Cornelia Funke e teve o primeiro livro como o grande sucesso da trama, chegando a vender 3 milhões de unidades mundialmente. 

Infelizmente, a sua adaptação cinematográfica não vingou e decepcionou significativamente a crítica, amargando 45% de avaliação do público no Rotten Tomatoes e sendo acusado de acumular clichês, não ter brilho próprio e ser totalmente sem empolgação, algo que desmotivou os estúdios a darem continuidade.

2. Os Instrumentos Mortais

A série de fantasia urbana escrita por Cassandra Clare foi um verdadeiro sucesso entre jovens nesse início de século XXI, e seus seis livros se destacaram no cenário literário internacional, com os primeiros chegando a alcançar listagens de top 10 de best-sellers. 

A elogiada saga Instrumentos Mortais, então, viu as portas do cinema serem abertas, mas apenas para entregar prejuízos financeiros em relação ao orçamento-bilheteria e ser considerada uma mistura sem fundamento de vários conceitos apresentados por outras obras do gênero, encerrando ainda em Cidades dos Ossos, o primeiro filme.

3. Fallen

Fallen é uma das séries literárias young-adult com a maior base de fãs dos últimos anos e se destacou várias vezes em listas do New York Times. Com muito material para ser trabalhado graças ao lançamento de seis livros, a obra de Lauren Kate passou longe de ser algo memorável nas telonas e foi outro prejuízo para a indústria, sendo fortemente criticado por especialistas, que julgaram o filme como previsível, fraco e pouco original. Desde 2016, não há notícias sobre uma possível continuação.

4. Ciclo da Herança

Eragon é a maior prova que sucesso de bilheteria não quer dizer obrigatoriamente sucesso de crítica. A história, criada por Christopher Paolini em 2001, chegou a ganhar quatro livros volumosos e a vender milhões de unidades pelo mundo, mas, quando chegou ao cinema, tornou-se o 10º pior filme de 2006, segundo o Rotten Tomatoes (46%). Desde então, a quadrilogia não ganhou mais notícias e tudo indica que o segundo livro, Eldest, nunca deverá ganhar adaptação cinematográfica.

5. Academia de Vampiros

Academia de Vampiros é uma série de livros escritos por Richelle Mead que foi considerada "irmã espiritual" de Fallen, trazendo histórias fantasiosas para jovens adultos que se consagraram em meio ao ambiente literário. 

As boas vendas dos 6 livros acabaram empolgando estúdios, e a primeira obra ganhou uma adaptação em live-action, mas o fracasso seria anunciado após o longa amargar 16% no Rotten Tomatoes e ser criticado como sem coração e preguiçoso, dando um prejuízo de quase US$ 15 milhões.

6. His Dark Materials

Atualmente, lembrar de His Dark Materials é recordar uma série de sucesso que está em transmissão pela HBO, mas vale lembrar que em 2007 o primeiro livro da série, a Bússola de Ouro, ganhou uma adaptação de alto orçamento que chegou a custar US$ 180 milhões dos bolsos da New Line Cinema. 

Porém, mesmo com uma arrecadação mais de duas vezes maior que o custo, o filme foi acusado de contar uma história fraca, chegando a enfrentar problemas com a Liga Católica nos Estados Unidos por "conduzir as crianças ao ateísmo". Assim, nem os belos efeitos especiais e o elenco estelar conseguiram salvar a obra e dar esperanças para uma continuação.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER