5 aeroportos que foram abandonados

Aeroportos normalmente são espaços com grande circulação de pessoas e aeronaves, sobretudo em grandes metrópoles. Por isso, é estranho quando encontramos uma construção desse tipo completamente abandonada no "meio do nada" — e isso não é exatamente uma novidade ao redor do mundo.

Confira só a história por trás desses cinco aeroportos que um dia tiveram um propósito, mas agora sobrevivem como grandes "elefantes brancos" nos locais onde foram construídos.

1. Aeroporto de Berlim-Tempelhof

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O aeroporto Berlim-Tempelhof chegou a ser considerado o maior prédio de toda a Europa até ser completamente arruinado durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim dos anos 1930, o Partido Nazista decidiu expandi-lo para poder receber os visitantes do Terceiro Reich com imponência.

Entretanto, durante o conflito armado, o local acabou virando uma prisão para pessoas capturadas pela Gestapo e chegou a ser o único campo de concentração alemão em Berlim. Após a Alemanha ser derrotada, o aeroporto virou o principal ponto de chegada das tropas aliadas na cidade.

Em 2008, acabou sendo desativado de uma vez por todas. Desde então, o aeroporto já serviu de sede para eventos esportivos e algumas festas ilegais. Também não é nada incomum ele aparecer como cenário para filmes de Hollywood, como aconteceu em Jogos Vorazes (2012).

2. Aeroporto de Jaisalmer

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Construído em 2013, o Aeroporto de Jaisalmer custou US$ 17 milhões para ser erguido no "coração" do Deserto do Thar, na Índia. Entretanto, desde o fim das obras, o espaço ainda não recebeu um único passageiro. Ao contrário de outros aeroportos desta lista, o projeto indiano nunca abriu as portas de fato.

O aeroporto foi encomendado pelo governo indiano em uma tentativa de aumentar o turismo doméstico, mas acabou fracassando miseravelmente. No fim das contas, nenhuma rota proveniente de outros grandes aeroportos foi direcionada até a região, que em geral não desperta muita atenção de turistas.

3. Aeroporto Internacional de Nicósia

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

O Aeroporto Internacional de Nicósia, construído em 1930, tinha como objetivo ser um campo de aviação militar, mas acabou ganhando um propósito maior. Porém, agora, o espaço é conhecido por ter sido centro de um golpe militar por um grupo de nacionalistas gregos em 1974.

Quando as forças turcas invadiram Chipre com a intenção de unir o país à Grécia e declarar a República Helênica, o aeroporto teve todas as viagens comerciais interrompidas e foi completamente desativado. Hoje, o gigante de concreto permanece de pé quase como se tivesse passado por um apocalipse zumbi.

Apesar de a parte interna estar completamente largada e destruída, o terreno ainda é utilizado para viagens de helicóptero da Força de Manutenção da Paz das Nações Unidas em Chipre.

4. Aeroporto Internacional Yasser Arafat

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Anteriormente chamado de Aeroporto Internacional de Gaza, o Aeroporto Yasser Arafat já foi considerado um símbolo de esperança na Palestina. Apesar de ter iniciado suas atividades em 1998, o lugar teve que fechar as portas apenas 3 anos depois após a torre de controle aéreo ter sido bombardeada.

Localizado no centro de uma das mais intensas zonas de guerra do planeta, a estrutura do aeroporto recebeu inúmeros golpes ao longo dos anos e foi aos poucos sendo desmantelada. Atualmente, apenas parte do projeto original permanece.

5. Terminal da TWA

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Desenhado pelo arquiteto Eero Saarinen (19140-1961) na década de 1960, o Terminal 5 do Aeroporto Internacional John F. Kennedy, nos Estados Unidos, foi construído para ser um marco do futurismo. Com um projeto arrojado, toda a estrutura parecia ser bastante moderna para a época.

Entretanto, seu tamanho reduzido o fez ser fechado para voos comerciais em 2001 e assim permaneceu por 2 décadas. Mais recentemente, o local foi repaginado e agora funciona exclusivamente como um hotel de 500 quartos. Entretanto, tudo indica que não deve mais ser "casa" para nenhuma aeronave.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.