Seja o primeiro a compartilhar

Wicca: um ritual de bruxas tentou parar invasão nazista

É no mínimo irônico imaginar que antes da Segunda Guerra Mundial estourar no mundo inteiro, o líder do Partido Nazista, Heinrich Himmler, chegou a “ficar do lado” das bruxas que a Igreja Católica tanto perseguiu no passado.

Esse pensamento alucinante surgiu com o Hexenkartothek, um projeto de investigação organizado por ele sobre a época da inquisição com o objetivo de provar que a Igreja usou os julgamentos como uma espécie de cruzada contra a herança alemã. Ainda que não passasse de uma invenção da imaginação histórica do nazismo, Himmler fez o grupo de pesquisadores persegui-la obstinadamente em paralelo ao pano de fundo do Holocausto.

Diante a esse fato inusitado, o renomado historiador William Monter acabou definindo o regime nazista como "o primeiro governo pró-bruxa da Europa", no entanto, eles não faziam ideia de que, na verdade, as bruxas tramaram em prol do fim de tudo aquilo.

O menino na floresta

Gerald B. Gardner. (Fonte: Code Pan/Reprodução)Gerald B. Gardner. (Fonte: Code Pan/Reprodução)

Baseada no culto aos elementos e ciclos da natureza através de rituais de magia, a Wicca é uma religião neopagã que surgiu em meados da década de 1950, sendo grandemente difundida por Gerald B. Gardner.

A história dele com as forças do ocultismo e seu longo caminho até a criação da religião, aconteceu no começo do século XX, nas cercanias de New Forest, uma das maiores extensões de pastagens não fechadas no sul da Inglaterra, cobrindo o sudoeste de Hampshire e o sudeste de Wiltshire. Foi lá que ele alegou que descobriu o que chamou de New Forest Coven.

Um coven é a palavra usada para designar um grupo de bruxos ou bruxas, e este de New Forest formarou a base da bruxaria britânica moderna, apesar de ser algo que remonta à Antiguidade.

Gardner pertencia a uma família rica de classe média em Lancashire, mas foi enviado para Hampshire pelos pais na esperança de curar sua asma, devido ao clima quente. Na vida adulta, ele passou grande parte do tempo viajando pela Ásia e aprendendo sobre religião, arqueologia e espiritismo.

(Fonte: INHS/Reprodução)(Fonte: INHS/Reprodução)

Em 1936, às portas da Segunda Guerra Mundial, ele voltou para a Inglaterra, mas acabou adoecendo novamente. Seu médico sugeriu que ele tentasse a prática de nudismo ao ar livre como uma forma de cura.

Em seu livro publicado em 1954, Witchcrat Today, Gardner revelou que em uma de suas caminhadas noturnais, ele se deparou com um círculo de mulheres nuas em uma clareira em New Forest, e que acabaram o inicializando em um ritual cerimonial. Foi durante o processo que ele disse ter ouvido a palavra "wicca" ecoando em seus ouvidos.

O cone de poder

(Fonte: History Extra/Reprodução)(Fonte: History Extra/Reprodução)

O ano de 1940 foi um ponto de virada na história da Europa, devido ao aumento da ofensiva militar de Adolf Hitler, seguida pela invasão alemã à Holanda no início de maio, avançando para o oeste, chegando ao Canal da Mancha e se movendo para o norte, colocando em risco os portos franceses, as tropas britânicas e belgas.

No verão, após os meses derradeiros provocados pela Batalha de Dunkirk, a Grã-Bretanha enfrentava seu ponto mais baixo com a Força Expedicionária Britânica tendo escapado por pouco das praias da região. Em 10 de julho, a Batalha da Grã-Bretanha começou quando a Luftwaffe lançou um ataque aéreo maciço contra o Reino Unido, colocando a nação sob a iminente invasão alemã, visto que a maioria das armas para defesa do Exército foram abandonadas na costa francesa, deixando-os sem a menor chance de defesa.

(Fonte: Wicca Now/Reprodução)(Fonte: Wicca Now/Reprodução)

Em meio a esse cenário, em agosto, o coven de New Forest se reuniu para realizar um ritual mágico chamado "cone de poder". Gardner descreveu o cone como uma elevação e direção de energia psíquica em prol de algum objetivo. De mãos dadas e ao redor de uma fogueira, as bruxas e bruxos gritam o objetivo até que todos estejam exaustos ou alguém desmaie, indicando que a energia liberada foi enviada para o propósito com sucesso.

As bruxas de New Forest e Gardner teriam erguido um cone de poder apontado para a Alemanha, visando transmitir mensagens impedindo que os líderes alemães cruzassem o ar e chegassem até o Reino Unido. No processo, algumas mulheres teriam morrido com o excesso de energia que colocaram no ritual, segundo ele.

Apesar de a falta de evidências sobre o que realmente aconteceu naquela floresta, o que importa é que Hitler não conseguiu conquistar o Reino Unido, e é impossível saber se a energia das bruxas contribuiu para esse feito ou não. Seja como for, a história se espalhou pela Europa com tamanha força que reacendeu o interesse pelo ocultismo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.