Seja o primeiro a compartilhar

'DataToalha': conheça a 'pesquisa' eleitoral das ruas

Durante as eleições de 2022, tem se espalhado pelo país uma iniciativa bastante divertida: o chamado Data Toalha, uma brincadeira feita por comerciantes de rua que vendem toalhas com o rosto dos candidatos à presidência da República. Eles dispõem as toalhas para exposição e, entre elas, colocam um quadro em que anotam o número de venda de cada uma delas. Nasce aí o "DataToalha", em referência ao tradicional instituto de pesquisa Datafolha.

Em todas as regiões do país, estes vendedores informais estão aproveitando de uma boa sacada para anunciar os seus produtos. A ideia é justamente estimular os eleitores a comprar uma toalha ou outro item e assim incentivar a corrida do seu candidato para estar à frente no placar.

Como funciona o DataToalha?

(Fonte: Em Tempo)(Fonte: Em Tempo)

Os dados da pesquisa aparecem em um pequeno quadro negro atualizado a cada vez que um produto é vendido, configurando então em uma metodologia dinâmica e em tempo real. A pesquisa, inclusive, tem até certa complexidade: alguns vendedores costumam anotar apenas um ponto por comprador. 

Em outras palavras: um cliente que chega na banca e compra 200 toalhas de um candidato só irá contabilizar um ponto para ele. Desta forma, o sistema evita estimular "fraudes" no placar.

A brincadeira deu tão certo que várias celebridades e até candidatos compartilharam em suas redes sociais imagens do Data Toalha, e há comerciantes que dizem receber visitantes do Brasil inteiro que querem espiar o placar.

Quem são os vendedores de toalhas?

(Fonte: Calila Notícias)(Fonte: Calila Notícias)

A quantidade de cidadãos trabalhando com este tipo de comércio já é, por si só, um dado relevante. Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que há hoje cerca de 39,3 milhões de trabalhadores informais no país, o que significa quase 40% da população ocupada. Trata-se do maior número de trabalhadores informais já registrado no Brasil desde que este acompanhamento começou a ser feito pelo IBGE, em 2012.

A BBC Brasil fez uma reportagem em que investiga quem são estes vendedores de rua na cidade de São Paulo. O que foi observado é que estes cidadãos têm diversas relações de trabalho: alguns são pequenos empresários que trabalham com barracas próprias e outros são funcionários de alguém.

A BBC ainda resolveu entrevistar os comerciantes para fazer um "DataToalha do DataToalha". A partir das entrevistas, descobriram que eles estão entre a faixa etária dos 30 até mais de 50 anos. Em questões religiosas, há ali católicos, evangélicos, ateus e agnósticos. Em comum, eles enfrentam o desemprego, o que os levou a trabalhar nas ruas.

A partir deste levantamento informal, constatou-se que a maior parte destes vendedores informa que irá votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Contudo, Jair Bolsonaro (PL) e outros candidatos também foram citados.

Vale lembrar que tanto o levantamento da BBC quanto o próprio DataToalha são metodologias sem qualquer cientificidade, e o que realmente deve ser considerado são os indicativos dos institutos de pesquisa de verdade.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.