Seja o primeiro a compartilhar

Os nomes em inglês de 6 filmes e séries brasileiras

Nos últimos dias, as redes sociais viraram um campo de batalha, com alguns usuários (muitos influenciadores entre eles) incomodados que o seriado Wandinha, da Netflix, recebeu esse nome. A discussão se deu porque em inglês o nome do programa é Wednesday, ou "Quarta-Feira".

Acontece que a adaptação de nomes de programas e filmes para outros países não é uma realidade exclusiva para o que chega aqui. Mesmo nossos filmes e seriados, quando exibidos em outras nações, também acabam batizados de outras formas, em muitos casos bastante distintos. Pegue a pipoca e confira conosco alguns desses casos!

1. O Auto da Compadecida / A Dog's Will

(Fonte: Globo Filmes/Reprodução)(Fonte: Globo Filmes/Reprodução)

Adaptado da obra de Ariano Suassuna, O Auto da Compadecida (2000) é um dos melhores filmes brasileiros dos últimos 30 anos. Dirigido por Guel Arraes, o longa-metragem narrava as aventuras da dupla João Grilo e Chicó lutando pelo pão de cada dia enquanto tentavam permanecer vivos.

É claro que a obra chegou ao mercado norte-americano e europeu, onde foi batizado de A Dog's Will, que em tradução literal seria algo como "O Testamento do Cachorro". E você aí incomodado com Wandinha no lugar de Wednesday.

2. Que Horas Ela Volta? / The Second Mother

(Fonte: Globo Filmes/Reprodução)(Fonte: Globo Filmes/Reprodução)

Quando lançado, o filme de Anna Muylaert se tornou um sucesso instantâneo no Brasil, especialmente por sua crítica social. Que horas Ela Volta? (2015) contava a história da pernambucana Val, após ela chegar a São Paulo em busca de melhores condições de vida para ela e sua filha, Jéssica.

Era no contraste com a família de seus patrões que a dinâmica do longa-metragem se desenvolvia, e isso impulsionou a força da obra no exterior, onde chegou com o nome de The Second Mother, ou "A Segunda Mãe". Apesar de estranha, é o tipo de adaptação que é possível fazer uma conexão com a trama do filme.

3. Central do Brasil / Central Station

(Fonte: Videofilmes/Reprodução)(Fonte: Videofilmes/Reprodução)

Um dos melhores filmes nacionais de todos os tempos, Central do Brasil (1998) também foi impactante no exterior, recebendo duas indicações ao Oscar: melhor atriz, para Fernanda Montenegro, e melhor filme estrangeiro.

Mesmo sem nenhuma estatueta, a história de Dora, professora que trabalha na estação de trem no Rio de Janeiro escrevendo cartas para pessoas analfabetas, e de Josué, garoto que perde a mãe atropelada, tocou a todos.

Só que para o mercado internacional, a obra foi batizada de Central Station, ou "Estação Central". Ok, até entendemos o contexto, mas dava para ter usado o nome original traduzido, não acham?

4. Abril Despedaçado / Behind the Sun

(Fonte: Bac Filmes/Reprodução)(Fonte: Bac Filmes/Reprodução)

O filme de Walter Salles, sucesso nacional, era adaptação da obra do albanês Ismail Kadre. Abril Despedaçado (2001) voltava ao sertão brasileiro de abril de 1910, onde Tonho e sua família viviam. O personagem, instigado por seu pai a vingar a morte do irmão mais velho, sabe que sua vida chegará ao fim se for atrás de justiça.

A angústia de Tonho conquistou o mundo, com vitória no BAFTA e indicação ao Globo de Ouro. A diferença é que, no exterior, o filme brasileiro ficou conhecido como Behind the Sun, ou "Atrás do Sol".

5. Onde Nascem os Fortes / Land of the Strong

(Fonte: TV Globo/Reprodução)(Fonte: TV Globo/Reprodução)

Uma das séries de maior sucesso da TV Globo, Onde Nascem os Fortes (2018) venceu muitos prêmios internacionais, garantindo à emissora a venda dos direitos de exibição da minissérie para diferentes países. Só tem uma diferença.

A trama que narra a história da jovem em busca de respostas para o sequestro do irmão foi batizada de Land of the Strong, ou "Terra dos Fortes". Você pode até dizer que há semelhanças e tudo mais, mas custava ter mantido o sentido original?

6. O Céu de Suely / Love for Sale

(Fonte: Fado Filmes/Reprodução)(Fonte: Fado Filmes/Reprodução)

O Céu de Suely (2006) é uma linda história do diretor Karim Aïnouz. O filme conta a história de Hermila, uma jovem mãe de 21 anos, que após ser abandonada pelo pai de seu filho, opta por iniciar uma nova vida. Sem dinheiro, ela decide rifar o próprio corpo e começar tudo do zero em outro lugar.

O filme de Aïnouz foi sucesso internacional também, especialmente nos Estados Unidos e Europa, onde chegou com o sugestivo nome de Love For Sale, ou "Amor à Venda". Apesar de esquisito, o título também entra na safra de adaptações que têm contexto.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.