Quanto tempo levaria para atravessar a Via Láctea?
73
Compartilhamentos

Quanto tempo levaria para atravessar a Via Láctea?

Último Vídeo

Expandiram-se os limites da nossa galáxia! Uma nova análise voltada aos pontos mais distantes da Via Láctea  e publicada no períodico científico "Astronomia e Astrofísica" mostrou que ela é ainda maior do que se acreditava.

Ao estudarem os índices de metalicidade de estrelas além do que até então se considerava a fronteira da Via Láctea, cientistas do Instituto de Astrofísica de Canárias perceberam que mesmo fora desses limites há astros compostos por uma grande abundância de metais semelhantes aos encontrados nas estrelas mais próximas ao Sol.

Para chegar a novas conclusões a respeito das demais estrelas nas beiras da galáxia, os pesquisadores investigaram o espectro de luz delas, ou seja, sua quebra em diferentes cores, cujos padrões de tonalidades são capazes de sugerir elementos que as compõem.

Essa análise que muda os padrões da galáxia foi feita a partir de dados coletados de duas formas: por meio do Experimento de Evolução Galáctica do Observatório Apache Point  (APOGEE) e do telescópio LAMOST, um projeto de observação espectroscópica voltado para multiobjetos que ocupam grandes áreas do céu.

Segundo um dos coautores do artigo que apresenta as recentes evidências, o astrofísico Carlos Allende, a nova percepção da Via Láctea aponta que ela tem 200 mil anos-luz, e não entre 100 mil e 160 mil como se supunha.

Lembrando que 1 ano-luz, a distância que a luz consegue viajar em 1 ano, corresponde a cerca de 10 trilhões de quilômetros — são zeros demais até para imaginarmos!

A descoberta também não significa que esse novo limite seja definitivo, então outras estrelas com características similares poderiam existir ainda mais longe. Se as estrelas consideradas agora estão três vezes mais longe do centro da galáxia do que o Sol, os autores dizem que é possível que haja outra fileira quatro vezes mais distante.

Isso mostra, ainda, que a Via Láctea tem o mesmo tamanho que a Andrômeda, ou até mesmo maior — embora se tenha acreditado por bastante tempo que Andrômeda fosse mais robusta.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.