Colisão catastrófica com outro planeta pode ter dado origem à vida na Terra
382
Compartilhamentos

Colisão catastrófica com outro planeta pode ter dado origem à vida na Terra

Último Vídeo

Você já deve ter ouvido falar da teoria de que a colisão de outro planeta com o nosso há alguns bilhões de anos teria dado origem à Lua, certo? Pois, agora, uma nova proposta sugere que o catastrófico impacto pode ter fornecido ao nosso mundo os ingredientes necessários para o surgimento de vida por aqui.

Trombada cósmica

Segundo Yasemin Saplakoglu, do site Live Science, a teoria é de que, há mais de 4 bilhões de anos, um planeta com dimensões semelhantes às de Marte se chocou conosco, lançando fragmentos em órbita que coalesceram com o tempo, formando o nosso satélite.

(Mother Nature Network/Pavel Gabzdyl/Shutterstock)

No entanto, quando essa trombada cósmica aconteceu, o nosso mundo acabou “engolindo” o outro – e, de acordo com um estudo de pesquisadores da Universidade Rice, em Houston, no Texas, foi a combinação da composição do astro com a do nosso planeta que deu à Terra os elementos necessários para que a vida se originasse.

De acordo com os cientistas, antes da colisão o nosso planeta era formado por um núcleo e um manto, mas essa segunda porção era muito pobre em elementos voláteis, como o enxofre, o carbono, o hidrogênio e o nitrogênio, indispensáveis para o surgimento da vida. Uma das teorias era a de que a quantidade necessária poderia ter vindo de carona com rochas espaciais, conhecidas como “condritos carbonáceos”, que colidiram com a superfície terrestre no passado.

Contudo, a proporção de determinados elementos tipicamente encontrados nesses objetos não corresponde à que existe na Terra – ela é significativamente menor –, então os cientistas do Texas realizaram uma série de simulações para testar sua teoria e concluíram que a fusão dos dois mantos teria oferecido as quantidades necessárias de elementos.

Simulações

Ainda segundo Yasemin, um dos experimentos, aliás, envolveu recriar as condições de alta pressão e temperaturas extremas resultantes da colisão em laboratório e testar diferentes cenários para descobrir qual ofereceria a proporção ideal de elementos.

(The Verge/Dana Berry/SwRI)

Depois, os pesquisadores usaram os dados obtidos para a realização de mais de 1 bilhão de simulações por computador e chegaram à conclusão de que o mais provável é que um planeta com uma alta concentração de enxofre em seu núcleo tenha se chocado com a Terra, proporcionando ao nosso mundo os ingredientes nas proporções ideais para que a vida se desenvolvesse.

O interessante desse estudo é que, de acordo com Michael D’Estries, do site Mother Nature Network, além de permitir que os cientistas compreendam melhor quais foram as transformações necessárias para que o nosso planeta se tornasse um mundo habitável, ele pode ajudar a explicar como a vida poderia surgir em outros locais no Universo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.