Cientistas detectam ondas cerebrais durante pesadelos e sonhos raivosos

Cientistas detectam ondas cerebrais durante pesadelos e sonhos raivosos

Último Vídeo

Após um longa dia de trabalho ou estudo, a maioria das pessoas quer dormir e ter uma noite tranquila, sonhando com o paraíso. Às vezes, porém, os pesadelos tomam conta, enquanto em outras, os sonhos estranhos, cheios de raiva e angústia, se fazem presentes. Essas experiências por vezes acabam afetando todo o humor do dia seguinte. Agora, porém, os cientistas conseguiram mapear o cérebro em momentos como esse.

Pesquisadores da Universidade de Turku, na Finlândia, e da Universidade de Sködve, na Suécia, analisou duas noites de sono de 17 voluntários. Através de análises cerebrais, foi possível detectar quando elas entravam no estágio REM do sono, aquele mais profundo e capaz de gerar os sonhos mais vívidos.

Após 5 minutos de sono REM, as pessoas eram acordads e deviam relatar como havia sido o sonho. Aquelas com piores experiências, cheias de raiva, angústia ou desconfiança, foram as que mostraram maior atividade cerebral no córtex frontal direito, no mesmo lugar em que a raiva fica “escondida” quando o indivíduo está acordado.

Imagem mostra assimetria frontal da banda de alfa durante o sono (Imagem: JNeurosci)

“A assimetria frontal de alfa [nome dado à atividade intensa nessa área] pode refletir nossa capacidade de regular a raiva não apenas quando estamos despertos, mas também quando estamos sonhando”, explicou Pillerin Sikka, da Universidade de Sködve, principal responsável pela pesquisa.

Essa área de investigação neurocomportamental ainda é nova, mas o resultado já corrobora aquela máxima de que os sonhos são reflexos daquilo que experimentamos quando estamos acordados. Se o dia é mais carregado de sensações negativas, existe uma grande probabilidade de isso também se refletir à noite em forma de sonhos.

Porém, Sikka explica que isso nem sempre pode significar algo ruim. Segunda a cientista, existe uma teoria que fala que quando as pessoas têm sonhos raivosos é um sinal de que elas estão mais propensas a lidar com essas situações também quando estão despertas. Tomara que algum dia ainda consigam formas de deixar as experiências noturnas mais agradáveis sem comprometer a resolução das sensações ruins do cotidiano.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.