Astrofísico brasileiro registra nascimento de estrelas

Astrofísico brasileiro registra nascimento de estrelas

Último Vídeo

Um grupo de astrofísicos liderado pelo mineiro Felipe Alves registrou recentemente o nascimento de duas estrelas. A imagem inédita foi realizada no rádio-observatório Atacama Large Millimeter Array (ALMA), localizado no Deserto do Atacama, no Chile.

A fotografia em alta resolução mostra as "estrelas bebês" dentro de um "pretzel" de gás e poeira, encontradas na Nebulosa do Cachimbo, próximo ao centro da Via Láctea, na constelação Ophiuchus, que fica a 600 anos-luz do planeta Terra.

Na imagem, os dois pequenos globos centrais foram identificados pelos cientistas como estrelas em desenvolvimento, cercadas por discos circunstelares (anéis de poeira e gás) que servem de alimento nessa fase de formação e crescimento.

ALMA(Fonte: Atacama Large Millimeter Array (ALMA)/Reprodução)

O tamanho de cada disco de poeira é descrito pelos pesquisadores como semelhante ao do cinturão de asteroides do nosso sistema solar (aproximadamente 225 milhões de quilômetros de diâmetro) e massa comparável com a de Júpiter.

A pesquisa de Alves começou há 15 anos e conta com a participação de Gabriel Franco, do Departamento de Física da Universidade Feral de Minas Gerais (UFMG). Os resultados recentes foram publicados na edição de outubro da revista Science e ajudam a compreender como sistemas planetários são formados.

Segundo Alves, é a primeira vez que a formação de um sistema é observada com tantos detalhes. O pesquisador também afirmou que, embora a imagem seja tentadora, ainda há muito a ser descoberto. "Precisaremos estudar mais sistemas binários jovens em detalhes para entender melhor como se formam várias estrelas", comentou.

Astrofísico brasileiro registra nascimento de estrelas via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.