5 fotos hipnotizantes do interior dos ossos

5 fotos hipnotizantes do interior dos ossos

Último Vídeo

Se você pensa que os ossos são apenas brancos ou acizentados, está na hora de ver as imagens abaixos. Através de tomografias e análises microscópicas, é possível ver uma infinidade de cores deslumbrantes, como nas imagens divulgadas abaixo pelo National Institutes of Health (NIH). Elas revelam estruturas complexas e invisíveis a olho nu. Confira:

1. Osteoclastos

Essas grandes células são regeneradoras das cartilagens, possuem mais de um núcleo e são extremamente ramificadas. Elas aderem à superfície enrijecida dos ossos quando os níveis de cálcio se tornam muito baixo. Assim, elas absorvem as cartilagens envelhecidas para reciclá-las em novas – esse papel final, entretanto, cabe aos osteoblastos. Porém, quando há um acúmulo dessas células nos ossos, elas acabam retirando seu cálcio e formando a osteoporose. Na foto abaixo, os osteoclastos são as partes vermelhas da imagem, que mostra o fêmur de um rato tentando se regenerar.

(Fonte: Paul R. Odgren – NIH)

2. Colágeno

Essa proteína é fundamental para os ossos, correspondendo até 90% da matriz óssea. Porém, ela também faz parte da composição da pele, dos dentes e das articulações. No esqueleto, ela também tem a função de unir os ossos aos músculos. Sua aparência é semelhante a uma corda, mas varia na sua consistência: mais rígida nos ossos e mais maleável na pele.

(Fonte: Tom Deerinck e Mark Ellisman – NIH)

3. Cálcio

Na composição dos ossos, os minerais correspondem a até 65%. O cálcio e o fósforo são os mais presentes e, com a ajuda da vitamina D, formam novos ossos e fortalecem os já existentes. Quando há um desequilíbrio no corpo, esses componentes podem ser direcionados para outras áreas, enfraquecendo o esqueleto. Na imagem abaixo, é possível ver dois fêmures de ratinhos, sendo que o da direita apresenta mais porosidade por conta de uma alteração genética.

(Fonte: Maria Morasso – NIH)

4. Medula

A medula é localizada no interior de grandes ossos, como o esterno, costelas, fêmur, úmero e crânio. Ela um tecido adiposo e gelatinoso que cria as células-tronco, que prometem ser o futuro da medicina. A medula vermelha é responsável pela criação das hemácias, dos leucócitos e das plaquetas, sendo vital para o funcionamento do corpo. Também existe a medula amarela, composta basicamente de gordura – com o passar dos anos, a medula vermelha envelhece e se transforma nesse tecido mais gorduroso, que serve como um depósito de energia.

(Fonte: Timothy C. Wang – NIH)

5. Cartilagem

Esse tecido resiste e flexível é encontrado nas extremidades dos ossos, principalmente entre articulações para diminuir o atrito e proteger o esqueleto. A cartilagem também pode ser encontrada na ponta do nariz e nas orelhas por exemplos. Já nos bebês, existe a cartilagem hialina, que é menos elástica e mais tarde é substituída por ossos mais rígidos. Na imagem abaixo, do fêmur fraturado de um rato, é possível ver a cartilagem em azul escuro cheia de glóbulos vermelhos.

(Fonte: Philipp Leucht – NIH)

5 fotos hipnotizantes do interior dos ossos via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.