Pesquisa aponta a importância da Babilônia para a matemática

Pesquisa aponta a importância da Babilônia para a matemática

Último Vídeo

Um grupo de pesquisadores da Universidade de New South Wales, na Austrália, analisava uma tábua com mais de 3.700 anos que pertenceu a uma civilização antiga da Babilônia e o conteúdo surpreendeu a todos por revelar que cidadãos estavam estudando trigonometria há muito mais tempo do que se imaginava.

O Dr. Daniel Mansfield fez questão de ressaltar o quanto essa descoberta é importante, deixando seu grupo orgulhoso dos esforços depositados na pesquisa. Ao analisar com precisão, a equipe percebeu que se tratava de uma tabela trigonométrica que estudava e classificava as formas geométricas de uma forma bem diferente do que se conhece hoje.

(Fonte: UNSW/Reprodução)

A importância da descoberta

Boa parte dos historiadores associa o pioneirismo nos estudos trigonométricos aos gregos, mas a descoberta do Dr. Mansfield comprova que os povos da Babilônia já faziam tal estudo 1.500 anos antes dos matemáticos da Grécia.

A tábua mostra uma forma diferente de analisar as formas, focando mais nas proporções, não nos ângulos e círculos. Graças as discrepâncias com os preceitos aritméticos e geométricos, o método trigonométrico da Babilônia encontrado na tábua detalha como os estudiosos da época pensavam na matemática; tudo isso de forma explicada nos escritos.

Mesmo com mais de três milênios, a relevância da descoberta é inegável, tendo influência direta em áreas como topografia, computação gráfica, ensino e muitas outras.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.