Seja o primeiro a compartilhar

Estudo comprova eficácia da dexametasona no tratamento da covid-19

Segundo notícia divulgada na BBC nesta terça-feira (16), pesquisadores britânicos afirmaram ter encontrado a primeira droga capaz de reduzir a incidência de mortes pela covid-19. Resultados obtidos hoje na Universidade de Oxford confirmaram uma redução de um terço das mortes em pacientes com baixas taxas de oxigênio no sangue, aos quais foi administrado o corticoide dexametasona.

O estudo foi realizado por pesquisadores da universidade britânica com recursos da iniciativa do projeto RECOVERY, uma campanha nacional de ensaios clínicos que examina a eficácia de vários medicamentos disponíveis no mercado quando usados no tratamento da covid-19.  

O estudo com a dexametasona

Numa declaração divulgada à imprensa, os principais pesquisadores Peter Horby e Martin Landray explicaram como foi realizado o estudo aleatório com a dexametasona. 

Conforme o texto, de 6425 pacientes hospitalizados com sintomas de coronavírus, 2104 receberam a referida medicação esteroide barata, utilizada desde a década de 1960 no tratamento da artrite reumatoide e asma. O medicamento foi administrado via oral ou intravenosa em doses diárias de 6 mg. Os 4321 pacientes restantes receberam o cuidado padrão.

No caso de pacientes que já se encontravam em respiradores, a dexametasona reduziu o risco de morte de 40 para 28%. Para aqueles que necessitavam de suporte de oxigênio, a redução foi de 25 para 20%. Para cada oito pacientes em respiradores uma vida poderia ser salva apenas com o uso da dexmetasona. Nos submetidos ao tratamento com oxigênio, um em cada 25 poderia ser salvo.

O sucesso do tratamento deve-se à característica anti-inflamatória dos corticoides. Quando a covid-19 faz com que o sistema imunológico entre em ação, muitas vezes essa reação pode ser muito intensa e ter um efeito contrário, levando o paciente a óbito.

Utilização no sistema de saúde

O Reino Unido anunciou que disponibilizará dexametasona para todos os pacientes.  O Ministro da Saúde britânico Matt Hancock afirmou: "Estamos trabalhando com o Serviço Nacional de Saúde para que o tratamento padrão contra a covid-19 inclua a dexametasona a partir desta tarde".

A dexametasona ainda não conta com a aprovação da OMS (Organização Mundial da Saúde). 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER