Buraco negro é filmado lançando jatos quase na velocidade da luz

Buraco negro é filmado lançando jatos quase na velocidade da luz

Último Vídeo

O Observatório de Raios-X Chandra, um telescópio espacial da NASA capturou imagens de uma explosão de um buraco negro e de sua estrela companheira a uma distância de 10 mil anos-luz do planeta Terra. O buraco negro e sua estrela companheira fazem parte de um complexo espacial chamado MAXI J1820 + 070.

De acordo com o portal Space, essa distância, embora pareça muito grande, é uma distância relativamente próxima do nosso planeta, cosmicamente falando. Essa proximidade com a Terra permite uma investigação mais detalhada da explosão. O vídeo está disponível pelo link.

Essa explosão gerou cerca de 181 milhões de bilhões matéria expelida para fora do buraco negro em jatos que apontam para direções opostas (norte e sul). O curioso é que esses jatos parecem estar se movendo em velocidades assustadoras e até impossíveis como é o caso do jato que aponta para o sul, que parece se mover com 160% da velocidade da luz. 

No entanto, a velocidade real das partículas nos dois jatos é superior a 80% da velocidade da luz, mas não ultrapassa a velocidade da luz, explica a agência em um comunicado à imprensa. Mesmo assim, essa foi uma das explosões mais rápidas já capturadas por telescópios observadores de raios-X.

Explosão do buraco negro lançando luz e matéria com velocidade próxima a da luz.Explosão do buraco negro lançando luz e matéria com velocidade próxima a da luz.

Como acontece

Neste caso, a estrela companheira possui cerca de metade da massa do sol e obedecendo as leis gravitacionais, gira em torno do buraco negro, que possui uma massa de aproximadamente oito vezes a massa do sol. A enorme força gravitacional gerada pelo buraco negro prende a estrela em um disco de acreção. 

Esse fenômeno é comum em buracos negros e gera uma esfera de gás e matéria brilhante, que emite raios-X. Parte desses gases brilhantes voltam para dentro do buraco, mas outra parte é expelida em uma explosão de jatos que apontam para direções diferentes. 

Segundo a NASA, o fenômeno de quando algo viaja em direção ao nosso campo de visão perto da velocidade da luz é conhecido como “Movimento Superluminal… Isso significa que o objeto viaja em nossa direção quase tão rápido quando a luz gerada por ele, dando a ilusão de que o movimento do jato é mais rápido que a velocidade da luz”. 

Uma pesquisa liderada por Mathilde Espinasse e publicada pela Cornell University investiga os “Jatos de raios-X relativísticos do buraco negro de raios-X binários MAXI J1820 + 070” e está disponível pelo link.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.