Mapa interativo mostra como era o planeta há milhões de anos

Mapa interativo mostra como era o planeta há milhões de anos

Último Vídeo

Você provavelmente já ouviu alguém mais velho dizendo: "quando eu tinha a sua idade, isso aqui era tudo mato!" Bom, se as cidades conseguem mudar tanto em apenas algumas dezenas de anos, imagine como era o mundo há milhões de anos. A verdade é que você não precisa apenas imaginar. 

O paleontólogo americano Ian Webster criou um mapa interativo que mostra como era a região da sua cidade a partir de 750 milhões de anos atrás. Isso porque a criação permite "voltar no tempo" em momentos específicos e ver a formação dos continentes. 

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

O que mostra o mapa interativo

A criação apresenta, mais especificamente, onde estava a cidade que você mora a partir da época escolhida. O mapa interativo é visualizado em forma de um globo terrestre no qual podem ser adicionados a linha do equador, as nuvens e umas luzes brilhantes.

Dentre o catálogo de períodos da Terra existentes no mapa, estão a Extinção dos Dinossauros, os períodos Cretáceo, Jurássico e Triássico, e os Supercontinentes Pangeia e Panótia. Além disso, o mapa também define as datas pelos momentos da vida no planeta, com definições, como Primeiros Hominídios, Primeiras Flores, Primeiros Dinossauros, Primeiros Vertebrados, Primeiras Vidas Multicelulares e por aí vai.

Como ele funciona

O mapa interativo funciona por meio de um software chamado GPlates, que é utilizado por geólogos para visualizar reconstruções de placas tectônicas e históricos de desenvolvimento. Além disso, o site de Webster utiliza uma sobreposição de mapas, com um feito por ele e outro que visualiza modelos geológicos. Este segundo mapa foi produzido pelo paleogeógrafo Christopher Scotese.

A localização de Brasília há 600 milhões de anos. (Fonte: Ian Webster/Reprodução)A localização de Brasília há 600 milhões de anos. (Fonte: Ian Webster/Reprodução)

A criação de Ian Webster é muito didática e fácil de navegar. Segundo o criador, a ideia era mostrar o quão dinâmico é o planeta Terra e como ele está em constante mutação. O paleontólogo afirma que as mudanças continuam e daqui há milhões de anos as localizações terão mudado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.