Ressurreição: placa tectônica 'perdida' é encontrada no Pacífico

Ressurreição: placa tectônica 'perdida' é encontrada no Pacífico

Último Vídeo

Uma equipe de geólogos da Faculdade de Ciências Naturais e Matemática da Universidade de Houston conseguiu reconstruir as imagens de uma placa tectônica há muito perdida no norte do Canadá, e que pode ter dado origem a um arco de vulcões no Oceano Pacífico há 60 milhões de anos.

Num comunicado à imprensa, divulgado na última terça-feira (20) no site Phys.org, um dos autores do estudo, o professor de geologia Jonny Wu, explicou que a existência da placa tectônica, chamada Ressurreição, tem provocado acalorados debates entre os geólogos, pois há uma corrente que afirma que esse pedaço de litosfera nunca existiu.

Os que acreditam na existência da Ressurreição afirmam que ela subduziu, ou seja, moveu-se para o lado e para baixo no manto da Terra, em algum lugar de uma margem do tipo Pacífico (ou ativa), que é o local de convergência de placas tectônicas onde ocorre uma fossa oceânica. Isso ocorreu há 40 ou 60 milhões de anos. 

Como a pesquisa foi desenvolvida

Fonte: University of Houston/Divulgação
Wu e Fuston (Fonte: University of Houston/Divulgação)

Na descrição do estudo, publicado no Geological Society of America Bulletin, Wu e Spencer Fuston, um estudante de doutorado em geologia do terceiro ano, aplicaram uma técnica chamada slab unfolding, desenvolvida pelo UH Center for Tectonics and Tomography. 

Para reconstruir como as placas tectônicas no Oceano Pacífico pareciam durante o início da Era Cenozóica, os pesquisadores fizeram imagens semelhantes a uma verdadeira tomografia computadorizada do interior da Terra, para conseguir observar os riscos vulcânicos, bem como os depósitos de minerais e hidrocarbonetos.

Levantando a placa tectônica

Embora seja consenso entre os geólogos que havia duas placas tectônicas no Oceano Pacífico, a Kula e a Farallon, havia controvérsias quanto à Ressurreição. Mas a nova reconstrução coloca a borda da placa rochosa ao longo de uma linha de vulcões antigos conhecidos, sugerindo que ela já fez parte da crosta terrestre onde atualmente fica o norte do Canadá.

“Quando ‘levantada’ de volta à superfície da Terra e reconstruída, os limites desta antiga placa tectônica da Ressurreição combinam bem com os antigos cinturões vulcânicos no estado de Washington e no Alasca, fornecendo uma ligação muito procurada entre o antigo Oceano Pacífico e o registro geológico da América do Norte”, conclui Wu. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.