Autismo: entenda o que é, quais os sintomas e as causas

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 70 milhões de pessoas no mundo têm o Transtorno do Espectro Autista (TEA), popularmente conhecido como autismo. No Brasil, o número chega a cerca de 2 milhões de pessoas.

Trata-se de uma condição que abrange desordens do desenvolvimento neurológico, que podem se manifestar desde o nascimento ou aparecer logo no começo da infância. O autismo pode ser dividido em níveis, do mais leve ao mais severo, e provocar sintomas diferentes nos portadores do espectro.

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

O que é o autismo e como identificá-lo?

O autismo compreende uma junção de sinais e sintomas, o que pode incluir atraso e anormalidades no desenvolvimento do comportamento social, normalmente afetando a comunicação e linguagem do indivíduo.

Entretanto, isso não significa que pessoas do espectro são limitadas ou incapazes de se comunicar e realizar tarefas: na verdade, é comum demonstrarem grande capacidade em realizar atividades, embora possam ter dificuldade para se relacionar com novas pessoas, especialmente por ser algo fora de sua zona de conforto.

Ainda não se sabe exatamente quais são as causas do autismo. Há várias hipóteses defendidas e estudadas por pesquisadores. As principais relacionam o TEA com elementos genéticos ou a fatores externos durante a gestação — como estresse, infecções, exposição a substâncias tóxicas, desequilíbrios metabólicos etc.

Por se tratar de um distúrbio que já nasce com a criança, os primeiros sintomas aparecem cedo, normalmente sendo percebidos antes dos 18 meses de idade, sendo que o diagnóstico precoce é fundamental para garantir a qualidade de vida do portador.

Dentre esses sintomas, os mais comuns são:

  • Pouca interação (mesmo com a mãe e o pai);
  • Padrões repetitivos (o que acarreta dificuldade em se adaptar a mudanças, por exemplo);
  • Evitar contato visual;
  • Não atender pelo nome; entre outros sinais.

O diagnóstico, no entanto, só deve ser feito pelo pediatra a partir de exames clínicos.

Campanha do Abril Azul: o que é?

A campanha do Abril Azul é uma iniciativa em prol das pessoas com autismo. Uma vez que o dia 2 de abril é determinado o Dia Mundial da Conscientização sobre o Autismo, data instituída pela ONU.

Esse marco visa trazer informação e reflexão à sociedade a respeito do distúrbio, a fim de desmistificar o autismo. Trata-se, portanto, de uma medida que tem o objetivo de diminuir o preconceito com pessoas autistas e aumentar a visibilidade para a causa desses indivíduos.

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.