Seja o primeiro a compartilhar

Karol Conká pós-BBB: a mudança da diva explicada pela neurociência

Quem vibrou com a vitória de Juliette Freire na última edição do reality show Big Brother Brasil, na TV Globo, deve se lembrar que a grande arrancada para a vitória da paraibana teve início nos conflitos com a implacável Karol Conká. A rapper de Curitiba sempre se colocou como “mamacita poderosa”, independente, protagonista e por vezes cruel.

Por isso, muita gente nem reconheceu Karol na sua volta à famosa casa, no início deste mês (4), para cantar na grande Final do programa, ao lado de outros participantes como Projota, Pocah, Rodolffo e Lucas Penteado. Meiga e com um cabelo cacheado cor de amêndoas, a outrora defensora do "já que é pra tombar, tombei" atacou de “Dilúvio”, uma canção que é puro arrependimento.

Mas, afinal, quem é a verdadeira Karol Conká? Aquela que canta em “Bem Sucedida”, ou essa versão tropical da princesa Elza, de Frozen? Para Mariana Munis, professora de Marketing da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas, a mudança da imagem da rapper é uma estratégia que usa recursos da neurociência, aliados a mensagens inconscientes, para “tentar gerir os riscos de sua carreira”.

Karol antes de entrar na casa

Fonte: Karol Conká/Facebook/ReproduçãoFonte: Karol Conká/Facebook/Reprodução

Para Munis, Karol mostrava uma imagem com cores de tons fortes, que compunha com acessórios de metal e couro, para reforçar um arquétipo de força e poder. Como tudo que é pontudo na natureza machuca, tudo era pontudo em Karol: as tranças, unhas, sapatos e até os óculos tinham pontas.

Ao sair para caçar na pré-história, o ser humano sabia que tudo que era pontudo, poderia ferir e até matar.

Karol ao sair da casa

Fonte: Karol Conká/Instagram/Rep.roduçãoFonte: Karol Conká/Instagram/Rep.rodução

A professora Mariana chama a atenção para o fato de que, “na natureza, tudo que é arredondado e curvo agrada aos nossos olhos”. Assim, montanhas, flores, animaizinhos fofinhos captam a nossa atenção, sugerem proximidade e remetem a sensações táteis agradáveis na natureza.

Nesse sentido, o novo cabelo cacheado de Karol traz, inconscientemente, um visual de inocência, um convite ao toque. As cores claras completam o conjunto, com o azul reforçando mensagens de confiança, honestidade e estabilidade. Com maquiagem neutra e suave, ela canta: “Supero sem esquecer do real motivo pra viver”. Será?

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.