Chuveiros elétricos são realmente perigosos?

Diversas publicações tomaram conta da internet nos últimos tempos questionando a segurança dos chuveiros elétricos. Na visão da maioria das pessoas, especialmente aqueles que vivem fora do Brasil, combinar água e eletricidade não parece uma ideia muito inteligente e pode ser muito arriscado. Mas até que ponto isso é verdade?

Assim como qualquer equipamento, o chuveiro elétrico possui algumas vantagens e desvantagens em comparação com outros métodos de aquecimento hidráulico. Porém, apesar do que o senso comum pode pensar, eletrocutar pessoas não é uma função muito recorrente deste aparelho.

Evitando choques

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Na pior das hipóteses, o dono de um chuveiro elétrico pode acabar sofrendo um pequeno choque por conta do aparelho de maneira não esporádica. Entretanto, isso provavelmente significa que o chuveiro já está apresentando algum tipo de problema ou não foi devidamente aterrado durante a instalação.

Acidentes fatais envolvendo chuveiros elétricos são tão raros que praticamente não existem estudos falando sobre o tema. Em um desses casos localizados em 2015, a Universidade de Sichuan, na China, identificou que o aparelho causador do choque fatal apresentava tantos problemas que provavelmente não passaria na maioria das inspeções de segurança atuais.

De maneira geral, os donos de chuveiros elétricos devem ficar de olho para ver se aquecedor de água não está desencaixado e se os fios elétricos do equipamento parecem estar organizados. Em caso de manutenção, lembre-se sempre de desligar a corrente elétrica do banheiro ou busque por auxílio profissional.

Vantagens do chuveiro elétrico

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

O chuveiro elétrico é um dos aparelhos domésticos que mais consume energia elétrica dentro de casa, junto com o ferro de passar roupa, o secador de cabelo e a televisão. Por outro lado, caso os residentes tenham o hábito de tomar banhos rápidos de 5 a 10 minutos, isso não deve ter grande impacto nas contas ao final do mês.

Por outro lado, se o chuveiro elétrico gasta muito mais energia para aquecer a água do banho, ele também é responsável por consumir muito menos água do que os demais tipos de aquecimento hidráulico. Dessa forma, os gastos que acabam surgindo na conta de eletricidade são balanceados na conta mensal de água.

Por fim, esse tipo de chuveiro também tem a vantagem de nunca apresentar variações na temperatura da água. Dessa forma, a água nunca se tornará mais gelada ou mais quente do que a temperatura inicial da ducha ao longo do processo. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.