51
Compartilhamentos

Virou a noite acordado? Saiba o que acontece com o seu corpo

Conseguir estabelecer uma rotina de sono pode parecer uma tarefa praticamente impossível para a maioria dos seres humanos. Deitar na cama no mesmo horário todos os dias e obter as tão desejadas oito horas de descanso costuma ser uma missão nada fácil até mesmo para aqueles que não possuem o hábito de madrugar.

Seja pela necessidade de passar uma noite estudando ou simplesmente por querer maratonar uma série na televisão, você talvez encontra muita dificuldade para dormir. Segundo um estudo feito pela Sleep Health Foundation (SHF), na Austrália, 33% a 45% dos adultos dormem mal ou não o suficiente e podem sofrer um impacto significativo no bem-estar.

Impactos no corpo

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Passar muito tempo perto das telas de computadores e dispositivos eletrônicos, comer grandes refeições antes de deitar ou consumir muita cafeína ao longo do dia são todos motivos significativos para uma pessoa não conseguir ter uma noite adequada de sono. Entretanto, esses péssimos hábitos comportamentais podem apresentar consequências.

Em 1960, o adolescente de 17 anos Randy Garner se desafiou a ficar acordado por 11 dias consecutivos. Com apenas um dia de privação do sono, o jovem começou a apresentar problemas com sua visão e perda da coordenação motora básica. Ao fim do experimento, ele estava basicamente alucinando. 

Por mais extremo que possa ser, esse experimento mostra como a falta de descanso pode gerar impactos físicos, incluindo seus mecanismos sensoriais e funções motoras. Para se ter ideia dos riscos desse problema, dirigir após longas horas sem dormir pode ser mais perigoso do que conduzir o veículo sob a influência de álcool. 

Estresse e perda de memória

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Durante a fase do sono REM, quando temos os sonos mais lúcidos, esse é o momento em que o nosso cérebro restaura as energias, armazena informações e aprende coisas novas. Portanto, quando nos privamos do sono, não temos tempo para consolidar aprendizados e não conseguimos converter as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo.

Além disso, a falta de um bom descanso também afeta diretamente na maneira como você se sente. Pessoas que pouco dormiram costumam apresentar maior instabilidade emocional e rabugice, despertando temperamento negativo e desmotivado ao longo do dia.

Por isso, é sempre importante estar atento aos sinais do seu corpo para evitar passar tempo demais acordado e sofrer as consequências nos dias seguintes. Lembre-se: passar uma noite em branco dificilmente será benéfico a longo prazo para a sua saúde. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.