34
Compartilhamentos

Faloplastia: como funciona a cirurgia de aumento do pênis?

O aumento de pênis é um assunto recorrente entre os homens. Pela satisfação ainda estar associada ao tamanho da genitália, muitos homens se sentem inseguros devido ao tamanho do falo. Assim, alguns já começaram a cogitar a faloplastia, que é a cirurgia para aumentar o pênis. 

A faloplastia consiste no aumento do comprimento do pênis e no aumento de seu diâmetro. (Fonte:Pixabay/Reprodução)A faloplastia consiste no aumento do comprimento do pênis e no aumento de seu diâmetro. (Fonte:Pixabay/Reprodução)

O assunto veio à tona recentemente quando um cantor sertanejo, Tiago, da dupla sertaneja Hugo e Tiago,  declarou que faria a cirurgia por motivos puramente estéticos. No Brasil, poucas clínicas realizam esse procedimento e é importante que as pessoas saibam que o único tratamento disponível para o aumento peniano é cirúrgico.

O que é a faloplastia?

A faloplastia é uma cirurgia que pode aumentar o pênis entre dois e cinco centímetros. Em relação ao diâmetro, é possível aumentar até 30% da formação do pênis do paciente. Os médicos explicam que não é possível estipular o crescimento antes da cirurgia. Apenas com a evolução do procedimento é possível ter a noção do ganho. 

A faloplastia é baseada na secção dos ligamentos que unem o pênis ao osso da bacia, ocasionando um aumento do comprimento peniano tanto em estado flácido e quanto durante a ereção. 

O método inicia com uma lipoaspiração, com coleta de gordura na região pubiana ou no abdômen. Depois, solta-se o ligamento suspensor do pênis que prende o órgão ao osso, nesse caso, o membro ganha o comprimento. Em seguida, aumenta-se a pele da região pubiana para o pênis e, por fim, a gordura retirada na lipoaspiração é injetada no pênis, aumentando o diâmetro. 

Para o aumento do comprimento, o único modo é esse. Para o aumento do diâmetro, também é possível injetar ácido hialurônico, o mesmo utilizado em harmonização facial.

A faloplastia é uma cirurgia de médio porte, por isso os riscos são bem controlados e pequenos. (Fonte: Freepik/Reprodução)A faloplastia é uma cirurgia de médio porte, por isso os riscos são bem controlados e pequenos. (Fonte: Freepik/Reprodução)

Segundo urologistas, após o procedimento o órgão não perde a sensibilidade ou incorre em disfunção erétil, por ser um procedimento apenas estético. A cirurgia dura em média duas horas e o paciente fica internado por algumas horas. Depois da alta, o paciente deve ficar 30 dias sem fazer esforços físicos e manter relações sexuais para que o membro se restabeleça. 

Os médicos reforçam que o perigo da cirurgia é como qualquer outra cirurgia, com problemas de hematomas no local, infecções nos pontos ou má cicatrização. Para evitar isso, é fundamental procurar profissionais competentes.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.