08
Compartilhamentos

Os 6 maiores tsunamis já registrados na história

Ao longo da história, o planeta Terra registrou uma série de tsunamis, com boa parte passando despercebida pelas pessoas porque atingiram apenas alguns centímetros de altura. Porém, outros eventos relacionados a essa categoria se destacaram por apresentar proporções absurdas e muitas vezes inimagináveis, devastando tudo que viam pela frente e entrando nos anais documentais como prova da força destrutiva da natureza.

Confira abaixo os maiores tsunamis já registrados, considerando suas respectivas alturas, e não o potencial devastador que tiveram sobre as populações.

6. Baía Lituya, Alasca, em 1853 (120 metros)

(Fonte: Wikipedia / Reprodução)(Fonte: Wikipedia / Reprodução)

Entre 1853 e 1854, a Baía Lituya, situada no Alasca, presenciou um tsunami de 120 metros de altura, supostamente causado por um deslizamento de terra no fiorde. Devido às paredes íngremes e à proximidade com a falha geológica Fairweather, o local está constantemente sujeito a inundações em larga escala e a eventos catastróficos causados por ondas destrutivas.

5. Baía Lituya, Alasca, em 1936 (149 metros)

(Fonte: Wikipedia / Reprodução)(Fonte: Wikipedia / Reprodução)

O segundo maior tsunami registrado na Baía Lituya ocorreu em 27 de outubro de 1936, quando 3 testemunhas oculares relataram a chegada de 3 ondas gigantes vindo da Enseada de Crillon, com velocidades de até 35 km/h. Entre essas ondas, a maior conseguiu alcançar 149 metros, e tudo indica que o evento foi causado por um deslizamento de rochas nas profundezas do Alasca.

4. Estreito Icy, Alasca, em 2015 (192 metros)

(Fonte: Geophysical Institute / Reprodução)(Fonte: Geophysical Institute / Reprodução)

O Estreito Icy, remoto fiorde no arquipélago Alexandre, sudeste do Alasca, sofreu o maior tsunami de sua história em 2015, quando um deslizamento de terra gerou uma onda de 192 metros, que varreu quase 13 quilômetros de extensão do Parque e Reserva Nacional Wrangell St. Elias. O evento foi causado por uma geleira que recuava e felizmente não vitimou ninguém que estava próximo do raio de alcance.

3. Barragem de Vajont, Itália, em 1963 (235 metros)

(Fonte: Wikipedia / Reprodução)(Fonte: Wikipedia / Reprodução)

O desastre da Barragem de Vajont, na Itália, foi o único tsunami causado por negligência humana. Isso porque a construção de um enorme reservatório, situada em um local de geografia historicamente instável e com falhas, resultou no surgimento de uma onda com mais de 230 metros de altura, que em menos de 15 minutos destruiu várias aldeias no vale do Piave e matou mais de 2 mil pessoas nas imediações.

2. Monte Santa Helena, Estados Unidos, em 1980 (249 metros)

(Fonte: College of the Environment / Reprodução)(Fonte: College of the Environment / Reprodução)

Em 18 de maio de 1980, o terremoto que causou a erupção do Monte Santa Helena, em Washington, gerou o maior deslizamento de terra já registrado, além de um tsunami de quase 250 metros de altura. O impacto subterrâneo com quase 2 meses de terremotos e explosões de vapor acabou matando 57 pessoas, enquanto gerou milhões de dólares em danos, dizimou inúmeras espécies de animais selvagens e causou uma falha na lateral do monte.

1. Baía Lituya, Alasca, em 1958 (524 metros)

(Fonte: Getty Images / Reprodução)(Fonte: Getty Images / Reprodução)

Conhecido como mega-tsunami, o fenômeno da Baía Lituya, ocorrido em 9 de julho de 1958, atingiu a impressionante marca de 524 metros de altura, causado pelo terremoto de magnitude 7,8 na escala Richter atingiu a falha Fairweather. O evento, com dimensões maiores do que o arranha-céu Torre Willis, em Chicago, matou 5 pessoas e movimentou 30 milhões de metros cúbicos de rocha e gelo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.