Qual a diferença entre tartaruga, cágado e jabuti?

Você provavelmente já ouviu falar nos nomes tartaruga, cágado e jabuti, mas será que você sabe dizer qual é a diferença entre essas três criaturas? Apesar de fazerem parte da ordem Testudinata, também chamados de quelônios ou répteis dotados de carapaçae serem relativamente parecidos fisicamente, esses animais possuem algumas características diferentes um dos outros.

A confusão costuma ser tamanha que até mesmo alguns nomes populares não batem com a definição científica, como é o caso da "tartaruga-do-amazonas", que morfologicamente é um cágado. Portanto, vamos aprender um pouco mais sobre essas espécies, onde habitam e como distingui-las. 

Tartaruga

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

As tartarugas são répteis de carapaça forte, mas leve. Costumam passar a maior parte das suas vidas dentro da água, seja no mar ou em água doce, exceto pelo período em que desovam. Por esse motivo, seus corpos são "construídos" para possuir maior agilidade em ambiente aquático. 

A maior diferença dessas criaturas para seus parentes como os cágados e jabutis pode ser notada nas patas, que mais se parecem com nadadeiras do que com pernas. Isso faz com que elas tenham mais movimento debaixo d'água. Além disso, não possuem dedos ou unhas. 

Para esses animais, até mesmo a carapaça possui um formato diferente com maior hidrodinâmica. Ou seja, o casco mais leve e alongado do que normal existe para que elas consigam se mover pela água da maneira mais eficaz possível. Por fim, a dieta de uma tartaruga é bastante vasta, incluindo peixes, moluscos, crustáceos e algas.

Cágado

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Por definição, os cágados são quelônios subaquáticos e, portanto, dividem seu tempo entre a água e a terra. Ao contrário das tartarugas, os cágados possuem patas com unhas e dedos para facilitar seu deslocamento na superfície, mas também possuem membranas interdigitais que facilitam sua movimentação aquática.

Em geral, esses são animais exclusivamente de água doce e também têm uma carapaça levemente hidrodinâmica, porém ela é mais achatada do que a de um jabuti ou de uma tartaruga. Na tentativa de se proteger de ameaças, o cágado costuma retrair sua cabeça para dentro do casco, dobrando o pescoço lateralmente durante o processo.

Apesar de alguns espécimes serem onívoros — que se alimentam de plantas e de carne —, a maioria dos cágados são carnívoros, mantendo uma dieta quase integral de peixes e crustáceos. 

Jabuti

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Por último, mas não menos importante, o jabuti é uma criatura bem diferente de seus parentes: passa a vida inteira exclusivamente na terra. Sendo assim, não existe qualquer característica em sua anatomia que lhe forneça algum resquício de hidrodinâmica. Ou seja, foram projetadas para permanecer em solo firme.

Justamente por não nadarem, seus cascos são mais altos e suas patas são cilíndricas, parecidas com a de um elefante. Isso ocorre principalmente para que consigam suportar o peso do casco, que é o mais pesado entre os quelônios na proporção entre peso e tamanho. 

Por serem mais pesados que a média dos répteis com casco, os jabutis se locomovem de maneira extremamente devagar — o que lhes rendeu certa fama. Mesmo assim, isso não os impede de encontrar os alimentos que formam a base de suas dietas, como frutas, legumes e verduras.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.