Conheça o programa da LEGO para incentivar as meninas na ciência

Apesar de várias mulheres terem feito contribuições importantes para a ciência e a tecnologia — Marie Curie, Katherine Johnson, Ada Lovelace… — elas ainda são vistas como minoria nesse campo. Boa parte disso tem a ver com a educação e os brinquedos oferecidos para meninas e meninos, desde a infância — e nada relacionado a capacidade intelectual delas, como mostra um estudo da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco). 

É por isso que iniciativas como o programa "EstroGênias — Meninas na Ciência", encabeçada pela fabricante de brinquedos LEGO e pela Disney, são tão bem-vindas. Com o EstroGênias, 25 instituições públicas de ensino em todo o Brasil receberão kits educativos e treinamento para formar mais meninas cientistas, programadoras e inventoras. 

Kit LEGO Educational SPIKE Prime é um dos prêmios do programa EstroGênias (Imagem: LEGO/Divulgação)Kit LEGO Educational SPIKE Prime é um dos prêmios do programa EstroGênias. (Fonte: LEGO/Divulgação)

LEGO contribui para o ensino da ciência

O Mega Curioso já fez matérias sobre kits de LEGO voltados à educação (aqui e aqui), mas o programa EstroGênias se diferencia por ser focado nas meninas, um grupo tão marginalizado nas áreas de ciência e tecnologia.

Segundo Alex Paiva, gerente da LEGO Education no Educacional — Ecossistema de Tecnologia e Inovação, mesmo instituições que não mantêm programas de ensino STEAM (sigla em inglês para ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática) podem criar projetos surpreendentes com os incentivos do programa EstroGênias. Falando neles, a lista é bem completa:

  • Kit LEGO Education SPIKE Prime que contém blocos de LEGO, sensores, motores e controlador para construir robôs e solucionar desafios.
  • Placa BBC micro:bit para criar projetos de programação, cultura maker e pensamento computacional.
  • O Challenge Set para criar um robô que solucione os desafios da temporada Cargo Connect da FIRST LEGO League — competição de robótica para estudantes, organizada no Brasil pelo Sesi.
  • Formação de professores e acompanhamento.

Escolas e institutos públicos, organizações e fundações, bem como secretarias de educação municipais e estaduais podem se inscrever para participar do EstroGênias. O principal requisito é educar meninas de 6 a 16 anos e buscar a igualdade entre gêneros no ensino da ciência. As inscrições estão abertas até o dia 3 de dezembro. 

O mais legal de tudo é que as instituições poderão formar equipes para participar da próxima temporada da FIRST LEGO League e do desafio internacional da your:bit — o que pode ser um enorme incentivo para que as meninas continuem se empenhando na ciência. 

O programa "EstroGênias — Meninas na Ciência" está sendo realizado pela LEGO Educational com a Disney, micro:bit, FIRST® LEGO® League e Educacional — Ecossistema de Tecnologia e Inovação. Você pode saber mais detalhes na página do programa.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.