Seja o primeiro a compartilhar

Você sabia que um sutiã inspirou o design da máscara N95?

A pandemia da covid-19 fez com que diversas pessoas usassem máscara para evitar a propagação do vírus. Além dos modelos comuns feitos de pano — que não são recomendados, por sinal —, também pudemos ver gente andando com o modelo N95 (também conhecido como PFF2), mas a parte curiosa e que talvez muitos não saibam é que foi um sutiã que inspirou a criação desse item.

O podcast Througline, da rádio americana NPR, mencionou em um de seus episódios que a designer de produto Sara Little Turnbull criou o item enquanto trabalhava na 3M. Durante o bate-papo, foi dito que a profissional achava que a indústria americana criava itens pensando apenas nos grandes compradores e não no público convencional, e começou a apresentar algumas inovações para os executivos da companhia.

Muitos médicos costumavam mostrar desconforto com suas máscaras antes da chegada do modelo N95 ou PFF2. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)Muitos médicos costumavam mostrar desconforto com suas máscaras antes da chegada do modelo N95 ou PFF2. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

O surgimento da ideia

Em 1958, enquanto fazia visitas rotineiras a hospitais para tratar de três familiares doentes, ela percebeu que os médicos viviam aparentando desconforto com as máscaras que usavam. Nesse instante, ela lembrou que havia apresentado à 3M um sutiã feito de TNT (sigla para tecido não tecido, que é um tipo de fibra sintética porosa) e começou a imaginar que uma máscara com formato de concha, tal qual um sutiã, poderia ser mais adequada para várias necessidades.

Após a apresentar a ideia à 3M, a companhia comprou a proposta e lançou, em 1961, o primeiro modelo baseado no formato planejado por Turnbull. Porém, este ainda não era capaz de proteger contra infecções, o que levou a empresa a disponibilizá-lo inicialmente como um produto para bloquear poeira. Porém, na década de 1970 o governo americano criou os primeiros parâmetros de qualidade para o item, e em 1972 chegou ao mercado o modelo que conhecemos nos dias atuais.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.