Inspire-se na novela Salve Jorge e prepare um jantar turco

Inspire-se na novela Salve Jorge e prepare um jantar turco

Equipe MegaCurioso

Crédito: Shutterstock

Além de nos divertimos com a trama dos personagens, as novelas também nos encantam por mostrar as belezas de novos destinos e a cultura de diferentes locais ao redor do mundo. Depois de conhecermos melhor a região da Capadócia e conferirmos as opções de roteiro na Turquia, é hora de explorar a gastronomia do país que serve de cenário para a novela Salve Jorge, exibida pela Rede Globo.

Para conhecermos um pouco da história da culinária, os principais pratos típicos e os ingredientes que dão sabor à cultura turca, o TodaEla conversou com Beril Eraydin Athayde, proprietária das lojas de produtos artesanais Origens – Objetos do Mundo e autora do mais recente lançamento “Os Temperos da Cozinha Turca", da editora Addresses. A empresária turca, que se mudou para o Rio de Janeiro em 1999, foi responsável pela consultoria da equipe de Salve Jorge e ainda ensinou atrizes como Betty Goffman, Zezé Polessa e Tania Khalil a preparar pratos típicos da Turquia.

Em seguida, Beril Eraydin Athayde conta um pouco da história da culinária e compartilha receitas de uma entrada, um prato principal e uma sobremesa tradicionais do país para que você possa levar um pouquinho da cultura turca para dentro da sua casa. Confira!

A história da culinária turca

De acordo com Beril, os turcos são um povo que migrou originalmente da Ásia Central e tinha seu sustento na agricultura e na pecuária. Os animais e o leite obtidos da criação eram utilizados na alimentação, o que justifica a presença de derivados, como queijo de ovelha e iogurte, na culinária tradicional do país. Já no cultivo de grãos, o destaque fica para o arroz e o trigo.

Crédito: Shutterstock

A partir do século XI, os viajantes se estabeleceram na região da Anatólia e trouxeram consigo seus hábitos alimentares. Aos poucos, a cultura alimentar do antigo povo que habitava a região foi sofrendo adaptações. É nesse momento da história da culinária turca que ocorre a inserção de ingredientes como alguns vegetais, peixes e azeite. Depois do século XV, a empresária conta que a cultura otomana serviu para enriquecer ainda mais a gastronomia local.

A cozinha do Palácio de Topkapi – uma importante construção datada do século XV e localizada em Istambul – foi criada nesse momento. Isso fez com que os pratos começassem a ser desenvolvidos e aperfeiçoados em paralelo com os acontecimentos históricos na região. Preparações como o “Sultão Gostou” (que você pode conferir abaixo), foram criadas nessa época. Além disso, a culinária ganhou importância, pois a preparação e distribuição de comida era uma das maneiras com que o povo celebrava momentos importantes.

Entre os destaques da culinária, a empresária turca destaca as receitas que misturam arroz, vegetais e azeite, servidos em temperatura ambiente. O arroz também aparece em pratos quentes como acompanhamento de carnes e arrematado por um toque de iogurte. Pepinos e beringelas são dois ingredientes que também não podem faltar na gastronomia da Turquia.

Beril ainda nos conta que a cozinha turca é considerada uma das três principais culinárias do mundo, por causa da grande variedade de receitas que a compõem, o vasto uso de ingredientes naturais, os aromas e sabores que atraem apreciadores ao redor do mundo todo e ainda a influência que aparece em países da Europa, Ásia, Oriente Médio e África. Além disso, a proximidade e o contato de povos árabes e balcãs com os turcos permitiu a troca de conhecimentos culinários e resultou em gastronomias similares, onde as diferenças estão nos detalhes das preparações.

As preparações típicas da Turquia

Melhor do que conhecer as origens de uma culinária tradicional, é provar os sabores que diferentes partes do mundo nos reservam. Então, para que você possa levar um pouco da Turquia para dentro da sua casa, a empresária Beril Eraydin Athayde montou um menu com três receitas especiais. Todas elas levam os ingredientes típicos da região e certamente impressionarão os seus amigos.

Bolinho de Abobrinha


(Mücver)

Crédito: Divulgação – Beril Eraydin Athayde

Ingredientes:

  • 3 abobrinhas
  • 5 ou 6 cebolinhas
  • 2 ramos de salsinha
  • 3 ovos
  • 3 ou 4 colheres de sopa farinha de trigo
  • ½ ramo de endro
  • 1 pitada de pimenta-do-reino
  • 1 copo de azeite
  • 2 pimentões verdes pequenos (opcional)
  • Sal a gosto

Modo de Preparo:

Rale as abobrinhas em um tamanho médio e esprema-as na palma da mão para tirar toda a água. Pique bem miudinho as cebolinhas, as salsinhas, os pimentões verdes e o endro. Misture as abobrinhas, as cebolinhas, os pimentões verdes e as salsinhas com os ovos e a farinha de trigo. Bata um pouco com o garfo e tempere com pimenta-do-reino e sal a gosto. Adicione mais farinha, se necessário, até a mistura ficar consistente para pegar com uma colher de pau. Ferva um copo de azeite, pegue bocados da mistura com uma colher, forme os bolinhos e coloque-os lentamente na frigideira para fritar.

Sultão Gostou


(Hünkar Begendi)

Crédito: Divulgação – Beril Eraydin Athayde

Ingredientes:

  • ½ quilo de carne picada de sua preferência
  • 4 beringelas médias (de preferência sem sementes)
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 pitada de pimenta-do-reino
  • 1 cebola
  • Óleo de girassol ou canola
  • Leite integral
  • Queijo mussarela
  • Margarina culinária
  • Polpa de tomate
  • Orégano
  • Sal a gosto
Modo de Preparo:

Para o creme

Torre todos os lados das beringelas na chama do fogão até as cascas começarem a se desmanchar. Remova as cascas e amasse bem os miolos com o garfo. Tome cuidado para não haver sementes grandes e nem pedaços de cascas. Derreta a farinha de trigo com a margarina culinária e adicione os miolos de beringela, o sal e um pouco de pimenta-do-reino. Afine misturando um pouco de leite. Rale o queijo mussarela e derreta no creme. A base está pronta. Reserve em uma travessa.

Para a carne

Pique as cebolas, junte o sal e doure em óleo de cozinha em uma panela de pressão. Adicione a carne picada de sua preferência e cubra com água. Cozinhe até a carne ficar bem macia por 10-15 minutos. Tempere com polpa de tomate, orégano e pimenta-do-reino. Sirva no meio do creme de beringela.

Bolinhas de açúcar

Ingredientes:

  • 3 copos de açúcar para a calda
  • 5 a 6 gotinhas de limão siciliano para a calda
  • 125 gramas de margarina culinária
  • 1 colher de sopa de iogurte natural integral
  • 1 colher de sopa cheia de fermento químico em pó
  • 1 ovo
  • Farinha de trigo
  • Avelãs

Crédito: Divulgação – Beril Eraydin Athayde

Modo de preparo:

Para a calda

Misture o açúcar em dois copos e meio de água e leve ao fogo. Espere até ferver e o açúcar mudar de cor. Quando ficar mais rosado, pingue 5 a 6 gotinhas de limão e deixe esfriar.

Para a massa

Pegue a margarina na temperatura ambiente. O ideal é deixar fora da geladeira na véspera para amolecer. Misture com o açúcar. Junte o ovo, o iogurte e o fermento químico em pó. Adicione aos poucos a farinha previamente peneirada até a massa não colar mais na mão e enrolar com facilidade. Faça bolinhas do tamanho da palma da mão e pressione uma avelã no centro para enfeitar. Arrume em um tabuleiro previamente untado com margarina. Leve ao forno a 200 °C. Espalhe a calda preparada anteriormente assim que sair do forno.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.