É realmente possível prever o clima a partir das dores nas articulações?
92
Compartilhamentos

É realmente possível prever o clima a partir das dores nas articulações?

Último Vídeo

Quem nunca conheceu alguém capaz de alertar sobre a chegada da chuva somente por causa de uma dor nas articulações? É bastante comum ouvir pessoas que alegam que as mudanças climáticas podem ser sentidas nas juntas, mas será que existe alguma relação direta entre o clima e o corpo?

De fato, as dores causadas pelo clima são uma sensação que já foi notada por Hipócrates em 400 a. C. Atualmente, é comum que pacientes com artrite reclamem do aumento das dores com a chegada da chuva, e os cientistas ficam intrigados sobre o real motivo que faz com que os dias instáveis sejam mais desconfortáveis do que outros.

Fato ou coincidência?

Uma prova de que esse tema preocupa os cientistas é que existe uma série de estudos que buscam entender a relação entre um clima desfavorável e o aumento das dores. Até então, ficou comprovado que mudanças na pressão barométrica, na temperatura e na umidade aumentam as dores causadas pela artrite, além de causarem dores de cabeça, dores na mandíbula, fibromialgia e muitos outros desconfortos.

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Por outro lado, também existem estudos que se mostram inconclusivos quando às dores causadas pelo clima. Um deles foi conduzido pelo psicólogo Amos Tversky, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, que trabalhou com 18 pacientes que sofriam de artrite reumatoide e não encontrou qualquer relação entre as dores e o clima.

“As crenças das pessoas sobre as dores da artrite e o clima podem dizer mais sobre o funcionamento da mente do que do corpo”, resume o psicólogo.

Mas, se o profissional tiver razão e as dores forem realmente “coisa da cabeça” dos pacientes, então podemos estar diante de uma epidemia, afinal, os profissionais de saúde afirmam que o número de pessoas que relatam o aumento das dores em dias de clima frio e chuvoso é muito maior do que em outros dias do ano.

Como os seres humanos podem se deixar influenciar, outros cientistas decidiram realizar testes com animais. Para isso, eles induziram dores nas costas de porquinhos-da-Índia e diminuíram a pressão barométrica. Nas observações, os pesquisadores notaram que, de fato, os animais apresentaram sinais de que as dores haviam aumentado. Além desse, outros estudos demonstraram que os animais indicam o aumento da dor em condições climáticas desfavoráveis, o que pode confirmar o fenômeno que costuma ocorrer com os humanos.

Dor e pressão

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Corroborando os dados encontrados nas pesquisas realizadas com animais, a reumatologista Patience White explica que os pacientes que percebem que suas dores aumentam costumam sentir “um tipo de efusão”, que significa que eles têm mais fluídos acumulados nas articulações. Porém, não são todas as pessoas que sentem dores nas articulações com a chegada do frio ou da chuva.

Nessa altura, os cientistas não sabem explicar ao certo por que as variações na pressão, temperatura e umidade aumentam as dores. Porém, eles acreditam que a diminuição da pressão barométrica seja uma das principais causas. Quando a pressão diminui logo antes da chegada da chuva, isso altera a pressão sofrida pelas articulações. Logo, as juntas expandem e isso tende a colocar mais pressão nos nervos e tecidos ao redor, resultando em dor.

Em resumo, alguns pesquisadores preferem acreditam que as dores que vêm com a variação do clima não passam da imaginação das pessoas, enquanto os testes realizados com animais mostraram que talvez não seja apenas uma invenção. Na dúvida, talvez seja bom não desconfiar quando sua avó disser que o joelho dela está doendo e vai chover.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.