Família tailandesa compra sushi que brilha no escuro

Família tailandesa compra sushi que brilha no escuro

Último Vídeo

Já imaginou passar horas esperando para comer um delicioso combinado de sushi para depois descobrir que as peças brilhavam no escuro? Foi exatamente isso que aconteceu com uma família de tailandeses da cidade de Nonthaburi. 

Arun Yolpaiboon, de 58 anos, e seu filho Natthanai Kanchanawasa, de 21 anos, haviam acabado de retornar do mercado com uma caixa de sushis quando perceberam algo inusitado no alimento: algumas das peças exibia uma coloração azul brilhante nas partes menos iluminadas da casa.

Se parece radioativo, por que não comer?!

Espantados com o aspecto bizarro da comida, a família tailandesa fez questão de gravar um vídeo dos camarões fluorescentes para ter certeza de que não estavam ficando loucos. Veja só que impressionante!


Mesmo assim, os dois ainda não pretendiam desistir completamente de seu almoço. Arun recolheu todas as peças que pareciam esquisitas e ferveu em água quente na esperança de que a comida voltasse ao seu visual cotidiano.

Entretanto, o processo não pareceu ser eficiente. Os camarões da caixa continuaram com aquela estranha coloração azulada. Apesar dos múltiplos sinais de que havia algo de errado com o alimento, Natthanai resolveu que comeria um pedaço apenas por diversão.

Em entrevista para o jornal inglês Daily Mail, o jovem tailandês fez questão de ressaltar que não sofreu qualquer problema após a ingestão do sushi. "Foi estranho ver um sushi brilhante dessa forma, já que nós comemos isso o tempo todo. Para minha sorte, eu não tive nenhum sintoma esquisito após comê-lo, talvez porque nós o fervemos", pontuou Natthanai.

Explicações para o 'fenômeno' na comida

(Fonte: Natthanai Kanchanawasa/Reprodução)(Fonte: Natthanai Kanchanawasa/Reprodução)

Apesar das inúmeras teorias que podem surgir na internet para explicar os motivos do brilho nos camarões, uma versão entregue pela professora de biologia na Universidade de Chulalongkorn, Jessada Denduangboripant, parece ser a mais plausível para a situação.

Segundo Jessada, frutos do mar são alimentos extremamente vulneráveis a contaminação por bactérias fluorescentes — que irradiam o brilho na carne contaminada. Entretanto, essas bactérias costumam ser erradicadas durante o processo de cozimento da comida, afastando quaisquer riscos para a saúde humana.

O sushi, por outro lado, é uma refeição crua e necessita ser mantido em temperaturas baixas para conservar sua condição ideal de consumo. Para Jessada, os camarões encontrados na caixa provavelmente não foram armazenados na temperatura certa e, por isso, sofreram com uma proliferação desse tipo de bactéria.


Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.