Confira 12 vegetais saudáveis que você provavelmente não conhece
346
Compartilhamentos

Confira 12 vegetais saudáveis que você provavelmente não conhece

Último Vídeo

Os legumes e as verduras não integram o cardápio preferido de muitas pessoas. Alguns não possuem o costume por não serem incentivados a consumir este tipo de alimento desde a infância, já outros são apenas “frescos para comer”. Há também os casos de distúrbios que não toleram esse tipo de alimento, como o da jovem que nunca comeu uma fruta ou um legume sequer, e que nós publicamos aqui no Mega Curioso.

Bem, nós não precisamos ressaltar o quanto é recomendado que se possua uma alimentação saudável, com diversos vegetais. Mas, se você não costuma comer esses itens, já parou para pensar o que influencia essa situação? Talvez a questão seja simplesmente encontrar as verduras e legumes que mais lhe apeteçam para compor suas refeições. Nós já apresentamos aqui a lista com os 41 alimentos mais nutritivos do mundo, que você pode dar uma conferida e verificar se algum desses itens “conquista a sua confiança”.

Agora, além dessa relação, baseados em uma publicação do site Mother Nature Network, nós apresentamos 12 vegetais diferentes que você provavelmente não conhece, mas que são excelentes fontes de nutrientes e podem integrar a sua alimentação diária. Ah, só para ressaltar, alguns deles estão na lista dos alimentos mais nutritivos do mundo que citamos ali no parágrafo anterior, e nem todos são fáceis de encontrar. De qualquer forma, vale a pena conferir:

1. Oca

A oca é um vegetal bem comum em países da América do Sul e muito adorada na Nova Zelândia. Esse item perde apenas para a batata, em termos de área plantada, em algumas regiões do continente. No entanto, dependendo da variedade, ele possui um sabor mais picante e também mais doce do que o outro legume. É uma excelente fonte de vitamina C, potássio e ferro.

2. Junça

Para consumir esse tubérculo, muitas pessoas o embebem em água morna. A junça pode ser uma importante alternativa para os intolerantes à lactose, já que dela também pode ser feita a orchata, bebida doce leitosa bastante consumida na Espanha. Ela lembra nozes e castanhas na aparência e também no gosto, apesar de ser um pouco mais adocicada.

3. Romanesco

Esse vegetal pode parecer muitas coisas e com certeza nada que seja comestível. No entanto ela é sim um alimento e é uma variação das couves-flores e dos brócolis. Fonte de vitaminas C e K, fibras e carotenoides, o romanesco é muito saudável.

4.  Couve-rábano

Está entre os alimentos mais saudáveis do mundo e todas as suas partes são comestíveis. A raiz pode ser frita como batata, o caule é crocante e suculento para se comer cru e as folhas podem ser colocadas em uma salada. Seu consumo é mais popular na Índia.

5. Cercefi

Muito popular na Europa, o cercefi tem gosto parecido com o do coração de alcachofra e pode ser preparado de diversas maneiras, assim como muitas outras raízes que constituem a nossa alimentação. Muitos acreditam em seu poder medicinal e, antigamente, ele era utilizado em casos de picada de cobra.

6. Aipo-rábano

O aipo-rábano é mais uma raiz presente em nossa lista. É uma excelente fonte de fibras e pode ser uma ótima alternativa à batata, principalmente em função da sua característica de ausência de amido, o que não é tão comum para alimentos desse tipo. Sua popularidade é maior na Europa.

7. Kai-lan ou Couve chinesa

As folhas de couve chinesa, ou kai-lan, podem ser um excelente complemento para uma salada, mas acompanham bem qualquer refeição, incluindo brócolis, que é uma variação próxima desse item. São muito nutritivas e gostosas.

8. Alcachofra-girassol

Esse item culinário exótico é natural da América do Norte. É um vegetal usado para produção de bebidas alcoólicas, sendo que muitos consideram o álcool saído desse tubérculo de melhor qualidade do que o extraído das beterrabas. Assim como o aipo-rábano, esse alimento possui baixo teor de amido, podendo constituir uma importante alternativa às batatas na alimentação, além de seu cultivo ser extremamente fácil.

9. Salicornia

Esse vegetal é muito utilizado no acompanhamento de peixes, mas não por acaso. Ele cresce em regiões costeiras, rochosas e ricas em sal, ambiente em que poucas das plantas conhecidas conseguem se desenvolver. Há séculos, principalmente na Inglaterra, também é utilizado picado como parte da salada. Além disso, essa planta vem sendo testada como possível fonte de biodiesel.

10. Nopal

Essa planta, que na realidade é um cacto, se torna comestível após a retirada cuidadosa dos espinhos que a revestem. Com a preparação adequada, obtém-se a polpa que é extremamente suculenta e, por isso, pode se tornar uma excelente alternativa para os vegetarianos, substituindo a carne. Um dos pratos que recebem o nopal para versões vegetarianas é o taco, típico do México, país onde o vegetal é muito popular.

11. Palmaria palmata ou dulce

Por mais que seja uma planta que nasce e cresce embaixo d’água e não seja tão atrativa à maioria dos apetites, a dulce é um alimento rico em fibras e vitamina B, além de uma ótima fonte de proteína vegetal. Como possui grande quantidade de iodo, é importante para prevenir doenças da tireoide. Essa alga é comum na região do Atlântico Norte e é um ingrediente muito bom para pratos como sopas e caçarolas.

12. Feijão-chicote

Natural do sudeste da Ásia, esse vegetal, que é um tipo de vagem, pode alcançar quase meio metro de altura. No entanto, sua principal característica é o crescimento acelerado, em que apenas um dia é suficiente para apresentar níveis significativos. Fontes excelentes de fibras e vitaminas A e C, os feijões-chicote podem ser preparados da mesma maneira que outras variedades de vagens de feijão.

*Publicado em 04/01/2016

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.