52
Compartilhamentos

Governo britânico nomeia ministra para lidar com a solidão no Reino Unido

Sim, caro leitor, nós também achamos curiosa essa coisa de a primeira-ministra britânica, Theresa May, ter nomeado uma ministra para lidar com a solidão — que, segundo levantamentos, afeta por volta de nove milhões de pessoas no Reino Unido, que conta com uma população estimada em 66,4 milhões de habitantes.

Na verdade, a solidão é uma questão levada muito a sério por especialistas do mundo todo, uma vez que diversos estudos pontaram que ela está associada com o surgimento de diversos problemas psicológicos, como a depressão, paranoia, demência e ansiedade, assim como de saúde, incluindo o diabetes, doenças cardiovasculares e do sistema imunológico. Como se fosse pouco, pesquisas revelaram que a solidão também contribui significativamente para o aumento no risco de morte prematura.

Problema de saúde pública

De acordo com Michelle Starr, do site Science Alert, um levantamento conduzido pelo governo britânico em 2015 revelou que 11% da população idosa têm contato com familiares, amigos ou vizinhos menos de uma vez por mês, o que é bastante preocupante. Sendo assim, Tracey Crouch, a ministra que já cuida da pasta de esportes e sociedade civil, foi nomeada para assumir esse novo desafio.

Idoso solitárioProblema sério (Share Project)

A ideia é a de motivar a população a agir e a combater a solidão — visto que, ao ter uma influência tão negativa sobre a mente e o corpo dos cidadãos, indiretamente, ela resulta em altos custos para a saúde pública. Entre as iniciativas propostas de momento está a criação de grupos de apoio na comunidade, disponibilizar financiamento para a criação de atividades focadas nas parcelas mais afetadas, aumentar o alcance das iniciativas que já existem e realizar pesquisas focadas no desenvolvimento de projetos mais efetivos. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.