Apps de dieta podem prejudicar a saúde, dizem especialistas

Apps de dieta podem prejudicar a saúde, dizem especialistas

Último Vídeo

Assim como existem apps que nos ajudam em praticamente qualquer tarefa, também existem aqueles que nos ajudam a manter o peso e cuidar da alimentação. O problema é que, para algumas pessoas, quando usados sem acompanhamento médico, esses apps podem representar um sério risco à saúde, de acordo com especialistas.

Grande parte desses apps têm como foco a perda de peso. Por motivos óbvios, eles ignoram completamente o tipo físico e as necessidades alimentares dos usuários. Mesmo que alguns deles solicitem que os usuários insiram informações como altura e peso, cada pessoa tem um organismo, e nem sempre os procedimentos vão funcionar com a mesma eficácia.

Quando isso acontece, a perda de peso “milagrosa” pode desencadear um problema psicológico, ou agravar um quadro de distúrbio alimentar que já havia antes do app.

Fonte: Google Play/Reprodução

Adolescentes são mais vulneráveis

Crianças e adolescentes que já possuem problemas em relação ao peso e à aparência são os mais suscetíveis a apresentar problemas de saúde provenientes do uso desregrado dos apps de dieta, perda de peso e ganho de massa muscular.

De acordo com a NEDA (National Eating Disorders Association), organização não-governamental americana de prevenção a distúrbios alimentares, isso ocorre porque pessoas nessa faixa etária estão mais aptas a seguir desafios radicais em busca de resultados rápidos para atingir determinada forma física, como pular refeições, provocar vômitos ou tentar disfarçar a fome com outras atividades, como fumar, por exemplo.

Os principais distúrbios alimentares apontados entre os usuários desses apps que perdem o controle psicológico são a anorexia e a bulimia.

Aplicativos não são sempre ruins

Como seria muito difícil criar uma regulamentação para o uso desse tipo de aplicativo, o mais correto e simples, seria exigir que eles apresentassem alertas sobre os métodos oferecidos, já que eles provavelmente já existiam antes da era da internet.

Neste caso, portanto, a melhor forma de proteger os usuários contra problemas de saúde, é tentar conscientizá-los sobre práticas que podem ser excessivas ou danosas à saúde. Avisá-los sobre a importância do acompanhamento médico também é alta relevância.

Apps de dieta podem prejudicar a saúde, dizem especialistas via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.