Seja o primeiro a compartilhar

Vitamina B12: 6 coisas que você deve saber sobre esse nutriente

Ultimamente, nota-se uma grande procura e curiosidade sobre a vitamina B12. E este fato se deve provavelmente ao crescimento da preocupação das pessoas em relação à saúde, além do aumento de casos da deficiência desse nutriente e constantes dúvidas sobre ele.

Então, vamos lá:

1. O que é a vitamina B12 e qual é a sua importância?

A vitamina B12 é um nutriente que também é chamado de cobalamina. Ela é produzida por diversas bactérias (tanto do solo quanto do intestino) e é de extrema importância para o nosso organismo, pois realiza muitas funções, como: 

  • Participar do metabolismo energético;
  • Sintetizar o DNA;
  • Formar glóbulos vermelhos;
  • Agir no sistema nervoso central, especificamente na formação de neurônios.

2. Onde encontramos vitamina B12?

Produtos e alimentos de origem animal são as principais fontes de vitamina B12. Carnes, fígado, peixes, ovos e produtos lácteos. As carnes possuem melhor biodisponibilidade da vitamina. Porém, nem tudo é natural — vale ressaltar que os animais dos quais nos alimentamos são suplementados com B12.

Fonte: ShutterstockFonte: Shutterstock

3. O que causa a deficiência de B12 e quais são as consequências?

Para que a vitamina B12 seja utilizada pelo organismo, é necessária a produção do chamado fator intrínseco, que é uma glicoproteína gerada nas células parietais da mucosa do estômago responsável por processar o nutriente e nos ajudar a absorvê-lo. Esse processo pode ser afetado por problemas gastrointestinais e medicamentos que impedem ou dificultam a aceleração da absorção.

As consequências de sua deficiência são inúmeras, por isso é valido considerar e frisar mais uma vez sua importância. A falta de vitamina B12 pode ocasionar:

  • Fadiga e cansaço;
  • Anemia;
  • Confusão, demência;
  • Falta de apetite;
  • Lesão nos nervos e formigamento.

4. Algum vegetal pode ser fonte de B12?

Não! Com certeza você já deve ter visto em inúmeras matérias que cogumelos (shimeji, shitake etc.), leveduras (nutricional e de cerveja) e algas podem ser fontes de vitamina B12. Não são eles que produzem nem armazenam o nutriente, eles apenas estão contaminados por microorganismos que produzem análogos da vitamina B12, que são apenas semelhantes (atuam de forma diferente). Além desses similares não serem uma forma ativa da vitamina, eles acabam competindo com a B12 e dificultando ainda mais a absorção da suplementação.

aFonte: Shutterstock

5. Quem deve se preocupar com a ingestão de vitamina B12? Apenas veganos e vegetarianos?

Todos devem se preocupar com a ingestão de B12, não só veganos e vegetarianos. O índice de deficiência em onívoros chega a 40% e esse valor deve-se à má absorção, problemas gastrointestinais ou mesmo baixa ingestão de alimentos de origem animal. Assim, veganos e vegetarianos também apresentam uma significante baixa no nível sérico desta vitamina.

6. Como devo suplementar?

Primeiro, é imprescindível a avaliação e acompanhamento de um médico ou nutricionista para que os exames bioquímicos sejam solicitados e seja possível identificar a deficiência de vitamina B12. Assim, o médico ou nutricionista deve recomendar a suplementação de forma individual, pois cada pessoa precisa de doses diferentes de acordo com a sua necessidade. Deste modo, polivitamínicos encontrados em farmácia e que não são manipulados especialmente para você dificilmente atenderão sua necessidade.

***

Marcela Andrade, colunista semanal do Mega Curioso, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, bacharel em Nutrição, perita judicial na área da Nutrição,  e pós-graduanda em Saúde Pública com ênfase em Estratégia Saúde da Família.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.