Grupo no Facebook faz releitura das piores pinturas de brechó

Grupo no Facebook faz releitura das piores pinturas de brechó

Último Vídeo

Em 2012, uma senhora de 80 anos, na Espanha, decidiu restaurar por conta própria a pintura Ecce Homode Elías García Martínez, datada do século XIX. A restauração, considerada "a pior do mundo" na época, foi notícia em mais de 100 países. 

A restauração do quadro chocou historiadores e estudiosos, mesmo tendo virado piada mundial. E é mesmo difícil não rir da obra refeita. Talvez inspirado no famoso caso do Ecce Homo, o grupo de Facebook Terrible Art in Charity Shops anda fazendo releituras hilárias de pinturas famosas (outras nem tanto). 

Arte ruim de brechós?

O Terrible Art in Charity Shops (TAICS, numa tradução livre, "Arte Ruim de Brechós") é um grupo de Facebook criado em 2017, que conta com mais de 200 mil integrantes. Na sua descrição, diz ser "uma incrível coleção de arte ruim encontrada em brechós de todo o mundo". 

Falando em bom português: é um grupo dedicado a coletar arte ruim. Ou seja, o melhor do pior. Os amigos de escola, hoje adultos, que administram o grupo, explicam que tudo começou como uma brincadeira, que ao longo do tempo, foi ganhando admiradores e "caçadores" de itens de gosto duvidoso.

Com o isolamento causado pela pandemia do novo coronavírus e sem poder sair de casa, os participantes do grupo pararam de trocar descobertas. Sem novas pinturas, nada de interação. 

Até que uma dos participantes TAICS, Ceri Ashton, decidiu recriar por contra própria uma das "obras de arte" postadas, como contou ao site Bored Panda, a administradora do TAICS, Becky. 

Criatividade no isolamento

Mesmo relutantes, os administradores do grupo permitiram a releitura e o resultado surpreendeu a todos pela criatividade e originalidade. "As pessoas estavam em casa sem nada para fazer, com o noticiário recheado de coisas ruins", explicou Becky. 

"Era o que eles precisavam para se animar e conseguimos ver releituras hilárias de algumas peças bem feias". As interpretações das obras caíram nas graças do Facebook e ganharam as redes sociais. Usando o próprio rosto, bichos de estimação e até roupas, as obras têm novas roupagens que são pura diversão. 

O grupo , por sua vez, ganhou vida nova e a quarentena de muita gente ficou bem mais divertida. Confira abaixo as melhores obras do TAICS:

Um pouco assustador, não?Um pouco assustador, não? (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Nada como o tempo ocioso para estimular a criatividade.Nada como o tempo ocioso para estimular a criatividade. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Agora ficamos com um pouco de medo...Agora ficamos com um pouco de medo... (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Com o rosto e utensílios surge um novo quadro.Com o rosto e utensílios surge um novo quadro. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Filme de terror!Filme de terror! (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Vale usar o bichinho de estimação também.Vale usar o bichinho de estimação também. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Não recomendado para crianças.Não recomendado para crianças. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Um pouco difícil de entender.Um pouco difícil de entender. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Comida? Também vale na hora de recriar.Comida? Também vale na hora de recriar. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Difícil saber qual é o pior.Difícil saber qual é o pior. (Fonte: Facebook/Terrible Art in Charity Shops)

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.