Como seriam os aplicativos mais populares nos anos 1980?

Como seriam os aplicativos mais populares nos anos 1980?

Último Vídeo

De poucas décadas até o período atual, é bastante claro o avanço das tecnologias na vida humana, sempre buscando facilitar a rotina e os acessos de maneiras cada vez mais práticas e simplificadas para que, em poucos toques, os desejos sejam atendidos. Com uma mentalidade de uma época anterior, seria impossível acreditar no potencial que tantos recursos seriam capaz de alcançar, e como isso impactou, de forma irreversível, a construção das principais relações sociais.

Porém, sempre é tempo para imaginar como seriam as coisas antes, em épocas onde as limitações eram imensas e os recursos eram escassos. E foi pensando nessas questões, remontando à nostalgia, que a designer argentina Luli Kibudi, popular na área de marketing e propaganda, além de ter trabalhos reconhecidos na área de comunicação, criou a coleção Once Appon a Time, recriando os aplicativos e softwares mais populares da atualidade com um visual retrô.

Segundo a artista, alguns projetos da coleção chegaram a demorar cerca de três horas para serem completamente projetados, adaptando cores, formato, conceitos e diversas funcionalidades particulares de cada serviço para desenvolver uma coerência com os meios de comunicação dos anos 80. "Depende da simplicidade", explicou Kidbudi, em entrevista ao Bored Panda. “Os que eu gastei menos tempo são os mais simples, como Spotify e Netflix (meia hora). Os mais complexos foram o Linkedin, o Pinterest e o Gmail, pois tive que passar algumas horas retocando-os (três horas).”

Veja abaixo, então, o catálogo das obras da artista.

Microsoft Word

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Spotify

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

LinkedIn

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Whatsapp

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Netflix

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Pinterest

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Gmail

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Wikipedia

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

YouTube

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

iCloud

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Facebook

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Slack

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

Doméstika

(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)(Fonte: Luli Kibudi/Reprodução)

É impossível olhar para cada uma das imagens e não se sentir novamente nos anos 1980!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.